Opinião- Copa do Pão e Circo

Não há razão, explicação ou justificativa que me faça sentir felicidade alguma ao ver o Brasil perder de 7 x 1 numa semifinal de Copa, dentro do Brasil. Não fico nada feliz com isso. Considero este resultado uma das maiores humilhações em toda história do futebol. 

Neste momento, é a hora que vão surgir os profetas do passado, com os seus “eu sabia” ou com as mais mirabolantes teses para este vexame. 
Uma coisa é certa. Este fato pode servir para o país cair na real: não somos o país do futebol, nem dos hospitais, das escolas e tampouco o país da economia que cresce virtuosamente, produzindo riquezas para a sua população.
Somos um país violento, corrupto, com altos impostos sem retorno, com serviços públicos longe da dignidade, com um baixíssimo IDH, onde a impunidade dá as cartas, os políticos perderam a vergonha e uma grande porção da população troca o seu voto por uma dentadura. Esta é a realidade vivida no dia a dia do brasileiro que também representa uma enorme humilhação para sua população de bem.
Esta derrota, principalmente pela forma que se apresentou no jogo de hoje, pode servir para o brasileiro tomar consciência de sua realidade. Se este fato realmente contribuir para abrir os seus olhos, eu me atrevo a dizer que os bilhões despejados nos estádios Brasil afora, mesmo em estádios que jamais serão usados e que virarão um museu a céu aberto, pelo menos serviriam para o país mudar o seu rumo.
Agora, se nada mudar depois de hoje, se o brasileiro ainda ficar hipnotizado pela ilusão de que estamos na direção certa, continuaremos a perder o jogo da vida em nosso país. Na realidade, pra quem ainda não percebeu, o Brasil de verdade, não o time de futebol que veste a amarelinha, também está perdendo em sua história, mas o jogo ainda não acabou. Neste caso, no entanto, também estamos perdendo de 7 x 1 e, não diferente do futebol, também estamos nos iludindo que somos o país do futuro. 
Não, não somos. Mas poderíamos ser e muito mais. A boa notícia é que ainda dá tempo pra virarmos o jogo.
Creio que o que passa na cabeça de todo mundo agora, em relação ao time de futebol do Brasil é: “tem que trocar este time. Tem que trocar este técnico. Verdade. Tem que trocar mesmo.
E no jogo da vida? 
A mesma coisa. Tá na hora de trocar todo mundo.
Anderson Kbça é produtor cultural em Americana

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE