Omar recebe barco para fiscalizações na Represa do Salto Grande

O prefeito de Americana, Omar Najar, recebeu na tarde desta quarta-feira (18/12) um barco que será utilizado nas fiscalizações ambientais na área da Represa do Salto Grande. A embarcação foi obtida graças a um grupo de 21 empresários moradores daquela região, que investiram R$ 14 mil na aquisição. Estiveram presentes à entrega o comandante da Guarda Municipal, Marcos Guilherme, o secretário de Meio Ambiente, Odair Dias, e o vereador Luiz Cezaretto.
Em junho deste ano, vinte e seis guardas municipais e cinco servidores da Secretaria de Meio Ambiente participaram de um curso de formação de condutores de embarcações, com diversas atividades teóricas e práticas. Realizado pelo Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Comdema) e ministrado pela Marinha do Brasil, a capacitação teve como objetivo habilitar os alunos para conduzir pequenas embarcações em rios e represas nas proximidades do município, ampliando a fiscalização e os cuidados com o meio ambiente da cidade.
Com a embarcação, o município pode intensificar as ações de fiscalização e aumentar a proteção dos recursos hídricos dos rios Jaguari, Piracicaba, Atibaia e da Represa do Salto Grande, bem como coibir atos irregulares como pesca predatória, queimadas, despejo de esgoto e destruição das matas ciliares.
“A atuação da Guarda será muito mais eficiente com este equipamento. Eu só tenho a agradecer aos que fizeram a doação, pois cuidar da represa é uma obrigação nossa, e com esta embarcação poderemos fazer ainda melhor”, disse o prefeito, Omar Najar.
“O trabalho de fiscalização na Represa do Salto Grande será intensificado agora. Americana é uma das poucas cidades do Estado de São Paulo, com servidores capacitados para conduzir embarcações”, afirmou o secretário de Meio Ambiente, Odair Dias.
“A capacitação realizada pela Marinha vem somar aos inúmeros cursos que os patrulheiros realizam frequentemente. Uma corporação mais bem treinada oferece um serviço de maior qualidade para a população. E isso não é diferente com relação aos crimes ambientais. Com o treinamento e o nova embarcação, estamos mais aptos a fiscalizar e coibir esse tipo de delito”, disse o comandante Marcos Guilherme.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE