Omar pede sindicância para apurar contratos

O prefeito Omar Najar (MDB) pediu a abertura de uma sindicância para apurar os contratos relacionados às empresas investigadas pela operação Cadeia Alimentar II da Polícia Federal, que prendeu dois dos secretários municipais de Americana.
LEIA MAIS: Ação da PF prende secretários em Americana
Juninho Barros e Alex Niuri foram levados pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira, o que, para o prefeito Omar, foi uma surpresa. Em entrevista coletiva à imprensa no final da tarde de ontem, Omar afirmou que não tem conhecimento sobre o possível envolvimento dos secretários no caso. Além dos dois, uma servidora também foi presa. 
VEJA TAMB??M: Prisões. Prefeitura emite nota. Omar não é investigado
Omar afirmou que não vai exonerar os secretários até que fique comprovado a participação no esquema. Assista entrevista com o prefeito aqui
A prefeitura também enviou uma nota sobre a abertura da sindicância. Leia:
A Prefeitura de Americana informa que já solicitou a abertura de uma sindicância imediatamente para apurar todos os contratos relacionados às empresas investigadas pela operação Cadeia Alimentar. Nesta terça-feira, dois secretários e uma servidora foram alvo desta operação da Polícia Federal. Apesar de não ter sido notificada oficialmente, a Prefeitura se antecipou e vai realizar a sindicância, mas vai aguardar o resultado da investigação policial para tomar qualquer medida com relação aos servidores, caso seja comprovada alguma responsabilidade dos mesmos nas irregularidades investigadas.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE