Omar abre mão de reajuste

A Câmara Municipal aprovou nesta quinta-feira o reajuste de 11,28% dos servidores públicos municipais da administração direta e indireta. O reajuste será concedido em 2x, metade no próximo salário e a segunda parcela a partir de 1º de setembro (retroativos a 1º de janeiro de 2016). Foi aprovado também o mesmo reajuste aos servidores ativos e inativos da Câmara Municipal, vereadores e agentes políticos, porém o reajuste será concedido em apenas uma parcela. 
OMAR NAJAR – No projeto que dá o reajuste aos agentes políticos na prefeitura municipal, Omar Najar (PMDB) inseriu uma frase no artigo 2º (projeto de lei 20/2016) em que abre mão de seu reajuste, que se estende também ao vice prefeito, Roger Willians (PSDB).
DUZZI E LUCIANO – O vereadores Valdecir Duzzi (SD) e Luciano Correa (PSD) seguira a linha de Omar e votaram contra o reajuste dos vereadores. Luciano afirma que a sociedade tem dado um recado claro aos políticos, e que o momento que o país atravessa economicamente impossibilita tomar ações como essa.Para Duzzi, os políticos não podem falar em aumento num cenário de desemprego. Ele ainda completou dizendo que a classe política tem que rever esse e muitos outros conceitos.  Apesar dos dois votos contrários, os parlamentares terão o reajuste, aprovado pelo restante dos vereadores. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE