Obras do Parque Linear estão 95% concluídas

As obras de implantação do primeiro parque linear de Nova Odessa, no bairro 23 de Maio, na região do Jardim São Manoel, estão 95% concluídas. O balanço foi divulgado pela Secretaria de Obras, Projetos e Planejamento Urbano. A pasta informou que a empresa responsável pela intervenção entrou na reta final dos trabalhos, que preveem a instalação de um playground, plantio de grama e limpeza geral da área.

De acordo com a Secretaria de Obras, o trecho do Córrego Capuava que corta o parque foi todo canalizado e uma ponde de alumínio reforçado, com 1,20 metro de largura e 20 metros de comprimento, foi instalada sobre o curso d’água, em substituição à anterior, deteriorada pela ação do tempo. O também espaço recebeu luminárias com lâmpadas de LED, campo de areia fechado, estacionamento, praça de alimentação com dois quiosques, calçamento lateral, pista de caminhada, gradil de proteção e paisagismo.

Além disso, os equipamentos da academia ao ar livre existente na praça foram totalmente recuperados e um novo parque infantil, fechado para garantir a segurança de crianças será instalado no novo parque. “Por conta da pandemia e a necessidade de evitarmos aglomerações, vamos deixar a montagem do parque por último”, explicou o secretário de Obras, Projetos e Planejamento Urbano, José Carlos Belizário, o “Zé da Padaria”.

As obras foram iniciadas em junho do ano passado, graças à parceria entre a Prefeitura de Nova Odessa e a iniciativa privada. Com custo estimado em R$ 1, 5 milhão, o parque linear havia sido planejado pelo prefeito Benjamim Bill Vieira no início de seu governo, em 2013, e adiada por conta da grave crise financeira que atingiu o país. A intervenção está sendo realizada por meio de contrapartida de um empreendedor da cidade.

Em vistoria às obras, o prefeito ficou impressionado com o avanço dos trabalhos. “O Parque Linear do bairro 23 de Maio será um espaço para as famílias, claro, depois que essa pandemia passar. É mais qualidade de vida para a população novaodessense”, afirmou Bill, ao lado do diretor de Obras, Erik Ortolano, e o engenheiro civil Sérgio Comelis.

ENTENDA. Parques lineares ou greenways são intervenções urbanísticas construídas ao longo de cursos d’água. Normalmente, maiores em seu comprimento do que na sua largura – por acompanhar o trajeto de rios e córregos e estarem sempre associados à rede hídrica – tais espaços são capazes de conectar áreas verdes, proteger e recuperar o ecossistema, controlar enchentes, abrigar práticas de lazer, esporte e cultura, além de contribuir com alternativas não motorizadas de mobilidade urbana. O próprio termo greenway (“caminho verde”, em português) é uma referência a cinturões de vegetação associadas ao tráfego não motorizado, indicando movimento – de água, pessoas, animais, entre outros.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE