Obras contra erosão no Bosque Manoel Jorge são finalizadas

Foram concluídas pela empresa contratada pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) as obras contra erosão na parte interna do Bosque Manoel Jorge, em Nova Odessa. O problema causava o assoreamento, durante as chuvas, da lagoa existente no local. O trabalho foi realizado graças a um pedido que o prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza fez ao governo estadual, completar ao Corredor Metropolitano Noroeste. As intervenções no bosque tiveram início em abril do ano passado.

Nesta sexta-feira (11), o secretário de Obras, Projetos e Planejamento Urbano, Elvis Ricardo Maurício, o Pelé, esteve no Bosque Manoel Jorge para uma última vistoria. “Trata-se de uma obra muito importante e grande mesmo. Foram construídos gabiões e muros de arrimo para contenção de erosão, assim como uma escada hidráulica para amortecer a velocidade da água e um canal pluvial das águas provenientes da Avenida Ampelio Gazzetta, até a lagoa dentro do bosque”, explicou Pelé. “A água corria direto pela terra, que ia parar dentro da represa do bosque, provocando o assoreamento completo”, reforçou o secretário.

Agora, com a obra finalizada, a principal melhoria proporcionada será a contenção de águas pluviais. “Com a canalização, a lagoa servirá também como uma espécie de piscinão natural e iremos amenizar o acúmulo de água de chuvas no entorno da Rodoviária”, explicou Pelé. A Secretaria de Meio Ambiente, Parques e Jardins também acompanhou de perto todos os trabalhos. “As supressões de árvores realizadas no Bosque Manoel Jorge foram todas feitas dentro do permitido e no intuito de facilitar a entrada dos equipamentos que realizaram essa importante obra”, disse a diretora de Meio Ambiente, Parques e Jardins, Fernanda Dagrela.

DESASSOREAMENTO. No início de dezembro, o prefeito Bill entregou nas mãos do secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Ricardo Borsari, o pedido de desassoreamento das represas existentes nos bosques Manoel Jorge e Isidoro Bordon. Também participaram da reunião o secretário-executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahoz, o assessor-técnico da mesma entidade, Flávio Stenico, e o deputado federal Vanderlei Macris. O Estado, inclusive, já enviou técnicos ao município para analisar a situação das represas. “Sai daquele encontro cheio de esperança, de que o governo estadual vai nos ajudar no trabalho de desassoreamento das represas que ficam nos bosques Manoel Jorge e Isidoro Bordon, para que nós possamos devolver a beleza para esses dois locais. O Borsari, que é um grande amigo, foi sensível com o meu pedido”, disse o prefeito.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE