O mito e a mentira

A linguagem política destina-se a fazer com que a mentira soe como verdade e o crime se torne respeitável, bem como a imprimir ao vento uma aparência de solidez.

Ausente por mais de sessenta dias, retornei á Americana ansioso por boas notícias da cidade e da vida pública, além de oportunidades. Porém, a cidade prossegue estagnada, desorganizada social e politica, é cada um por si, prevalece o individualismo remoto, dos tempos em que os gringos vieram para cá e disseminaram as diferenças de classes e se estabeleceram nas fazendas inicialmente como senhores do engenho e posteriormente senhores da indústria e do comércio. Um desses senhores foi Abdo Najar: *Abdulhadi, em árabe عبد ا????اد?? ع??ر ??جار.
Nascido na Síria em 1905, Abdo Najar refugiou-se no Egito, antes de vir finalmente em 1938 para o Brasil, onde escolheu a cidade de Americana para refazer sua vida. Ao chegar logo inicia suas atividades como mascate, mais tarde adquirindo uma fábrica de fitas e fundando as Indústrias Najar, tornando-se um dos maiores e mais bem sucedidos empresários da cidade. Em 1968 venceu as eleições para prefeito (1969 – 1973) pelo MDB sendo considerado por muitos como um dos maiores prefeitos da história da cidade. 
Anos se passaram muitas coisas mudaram, creio que para melhor! Contudo, na história recente, o País entra na sua maior crise política/econômica desde o Planalto Central até os mais longínquos lugarejos dessa terra de sonhos e ilusões inconcebíveis. No comando da nossa cidade um jovem prefeito que de imediato extrapola nossas expectativas em obras, serviços e promessas faraônicas. Americana  num pequeno período, parecia que se expandia em progresso e constantes celebrações em ruas e avenidas ornamentadas, dava um ar de um provável desenvolvimento. Mas havia algo de errado no ar, uma imensa ???marolinha¨ assolava o Brasil onde a ???esperança iria vencer o medo???. 
??, na verdade, o medo tomou conta de todos nós! Enfim, a casa caiu, o jovem prefeito foi cassado. E ai nasce outra mentira: Omar Najar, filho do senhor Abdo Najar. Foi eleito prefeito de Americana na eleição suplementar em 2014, com aproximadamente 91 mil votos. Nesse mandato tampão, os objetivos básicos eram: 1-) Equilibrar as contas do Município; 2-) solucionar a crise da saúde e da segurança pública; 3-) Valorização do Servidor: regularizar pagamentos e direitos do funcionalismo público;4-) Auditoria para apurar irregularidades do governo anterior, etc.
E aquela velha ladainha: a cidade está quebrada, dívida de um milhão e duzentos mil Reais e é preciso ¨colocar a cidade nos trilhos¨  e o povo debaixo do trem! Passaram-se dois anos e nenhuma meta foi cumprida.  Colocou a ???cidade nos trilhos??? do retrocesso sócio/econômico/político favorecendo tão somente apadrinhados: os aliados políticos e mesmo alguns adversários. 
Reeleito em 2016, mais promessa e nada: Ponto para a mentira, a tirania e ações ditatórias contra os Servidores, perseguição, demissão em massa e calote na Ameriprev. Terceirizou serviços essenciais, a saúde, por exemplo, está uma lástima, nem laudo médico se consegue. Cooptou vereadores que agora vergonhosamente trocam confetes e o povo!?  Investimento chega a zero e a Justiça faz jus a seu símbolo: prossegue cega!
A finalidade do mentiroso é simplesmente fascinar, deliciar, proporcionar regozijo. Ele é o fundamento da sociedade civilizada.-Oscar Wilde* Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE