Edit

Novo Centro de Memórias recebe acervo histórico de S.Bárbara

O acervo histórico de Santa Bárbara d’Oeste está sendo transferido ao Novo Centro de Memórias “Historiador Antônio Carlos Angolini”. A equipe já trabalha na higienização dos documentos e organização desses patrimônios. O novo espaço cultural e turístico do Município é moderno e equipado para abrigar adequadamente esses incontáveis documentos, com alas para pesquisa, além de ambiente para acolher futuramente eventos de pequeno porte, como saraus, exposições e mostras artísticas.

Evandro Felix, secretário de Cultura e Turismo, ressaltou que agora o acervo terá um abrigo adequado para tamanha contribuição de inúmeras pessoas com a história de Santa Bárbara registrada em documentos, matérias em jornal, fotos, vídeos e áudios que serão preservados de maneira adequada e segura, garantindo a proteção das memórias barbarenses.

“O prefeito Denis Andia planejou um espaço equipado e amplo, capaz de receber o acervo histórico existente e ainda garantir a expansão do arquivo nas próximas décadas. O novo equipamento servirá à sociedade como fonte de consulta da história e aos turistas como ponto de referência para informações”, enfatizou.

O Novo Centro de Memórias “Historiador Antônio Carlos Angolini” foi restaurado, resgatando todas as características da fachada original, datada de 1940, que antes abrigava o prédio da antiga Biblioteca Municipal Central. Na recepção foi implantado o Centro de Atenção ao Turista e, no anexo ao fundo do edifício, a Casa do Artesão.

Em frente, na Rua João Lino, foi implantado o sistema “traffic calming”, permitindo a interligação entre os dois equipamentos de cultura (Centro de Memória e Museu da Imigração) e mantendo o fluxo de veículos habitual. Neste ponto houve a instalação de um novo piso intertravado e elevação do solo ao nível das calçadas.

Visita

No mês passado o Centro recebeu a visita de Antônio Carlos Angolini que empresta o nome ao local. Compartilhando conhecimento e orientando sobre cuidados na proteção de acervo às funcionárias do Museu da Imigração e Centro de Memórias, setores vinculados a Secretaria de Cultura e Turismo, Angolini ressaltou estar realizado com a estrutura do novo local. “É um sonho realizado. Sempre sonhei em ter tudo isso para Santa Bárbara. Hoje aqui com o Denis estamos inaugurando esse prédio maravilhoso transformado em Centro de Memórias e voltado ao turismo. Estou realizadíssimo e fico até com vergonha de receber essa homenagem. Me dediquei, me dedico e gosto demais da história de Santa Bárbara”, frisou emocionado.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE