Novatas barbarenses fogem do estilo tradicional

Eleitas em Santa Bárbara d’Oeste com um perfil de fato diferente do ‘vereador tradicional’, Kátia Ferrari/PV e Esther Moraes/PL têm mostrado que vieram mesmo para fazer política de forma diferente. O NM observou que, ainda com foco variado e sem ‘crossover’ dos mandatos, as mulheres na Câmara barbarense estão fazendo alguma diferença.

JOVEM E NACIONAL- Com pautas mais ‘nacionais’ e antenada com o que acontece na juventude do Brasil, Esther tem trazido para si algumas pautas identitárias e também buscando rever o conceito de ‘cidade do interior’ uma SB tão cheia de jovens e ligada em uma das regiões mais tecnológicas do país. Ela também participa de pautas mais quentes como a presença de símbolos de racismo na Festa Confederada.

SEMI SOCIETY E PELA EDUCAÇÃO– Quase um fenômeno orgânico-espontâneo das redes sociais, Kátia Ferrari chegou mais tateando e resolveu avançar com mais clareza nas últimas semanas. Bem vista na sociedade barbarense, começou focando no incentivo a leitura, com sua geladeira de leitura.

EM COMUM as novatas parecem fugir do modelo tradicional do trabalho do vereador homem- ligação com igreja e pedidos por lombada, asfalto, vaga em creche ou reclamação na mesma linha- com mais força para a área da saúde.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE