Nova smartbike incentiva o uso da bicicleta

A Vela Bikes lançou recentemente um teaser detalhando todas as funcionalidades da Vela 2, a primeira smartbike do Brasil, como parte da ação de lançamento do produto no País. O vídeo vem fazendo muito sucesso nas redes sociais e pode ser assistido neste link. O grande diferencial da Vela 2 é que a bike é conectada na internet e funciona a partir de um aplicativo, o que transforma potencialmente a experiência daqueles que usam a bicicleta elétrica como meio de transporte nas cidades.
Como muitas outras empresas, a Vela também sentiu o impacto da crise gerada pelo novo Coronavírus, o que atrasou a disponibilidade do produto para o cliente final.  Apesar desse atraso, a Vela vem dando sequência ao cronograma de lançamento da smartbike Vela 2. Neste contexto, o novo teaser foi ao ar quase que simultaneamente ao anúncio da Organização Mundial da Saúde, orientando a população a caminhar ou usar a bicicleta como meio de transporte.
???Sempre que possível, considere andar de bicicleta ou caminhar: isso fornece distanciamento físico, ajudando a atender ao requisito mínimo de atividade física diária, que pode ser mais difícil devido ao aumento do teletrabalho e ao acesso limitado ao esporte e outras atividades recreativas.??? declarou a OMS.
Para Victor Cruz, engenheiro e fundador da Vela, a popularização do uso da bicicleta tende a ser um legado positivo deste momento difícil que estamos atravessando. ???Notamos uma aceleração aguda na transformação digital em diversos setores da economia e a adesão em massa, ainda que forçada, ao modelo de home office. Fato é que muitos paradigmas foram quebrados, muitos perceberam que esses modelos podem funcionar, e as pessoas estão repensando seu modo de vida. Acredito que a questão da mobilidade e a adesão a novos modais fazem parte desse pacote e desse novo mundo agora. As pessoas sabem que o modo de vida antigo precisa ser revisto e há notadamente uma nova era pós pandemia. E ela passa pelo uso da bicicleta elétrica???, avalia.
Primeira Smartbike do Brasil
Batizada de Vela 2, o modelo precisa ser explicado sob duas perspectivas. A primeira, e mais surpreendente, é sua conexão com a internet. A segunda é a bike em si. (Vídeose fotos da bike e do aplicativo no link https://we.tl/t-VInpidmZdu)
Primeiramente, a bike agora funciona a partir de um aplicativo. Todo o funcionamento dela é via bluetooth, desde ligar e desligar, passando pela seleção de níveis de potência do motor, acelerômetro para ajuste fino e automático do auxílio do motor, acionamento automático dos faróis, trava remota e alarme. Isso eliminou botões da bike e reduziu em mais de 50% o volume de fios.
Entre outros serviços, o App possui um mapa de calor, que entende o comportamento do usuário, coleta dados e, a partir disso, abre-se uma série de possibilidades. O aplicativo pode, por exemplo, mostrar em quais ruas têm mais buracos ou que a pavimentação não é tão boa, por meio da trepidação. Se o ciclista está em uma aceleração elétrica baixa, mas se depara com uma subida, pela inclinação da bike, ela entende que deve ajudar e, automaticamente, acelera a tração do motor. Na descida, a mesma coisa: se o usuário está muito acelerado, automaticamente, a bike segura um pouco sua velocidade. O aplicativo identifica ainda a posição da bike (em pé ou deitada) e aí, caso a bike estacionada caia, ele recebe uma notificação.
Quando a bateria chegar a 10%, o App pode informar uma estação de recarga rápida da Vela mais próxima. Atualmente, a Vela conta com 30 pontos espalhados pela cidade de São Paulo.  Além disso, o aplicativo também informa nível da bateria com precisão de porcentagem; nível de potência; velocidade em km/h; localização GPS e quilômetros rodados. Por meio do app, o proprietário também pode transferir o acesso da bike para outro usuário.
???A questão é que o aplicativo pode ter serviços infinitos a serem incluídos. Exemplo: com base no comportamento dos usuários, a Vela vai saber onde são os melhores locais para estabelecer pontos de recarga rápida. Não se trata de uma solução estática, ela está em constante evolução. A ideia é que o aplicativo da Vela 2 ofereça um leque completo que otimize a experiência daqueles que escolheram a bike elétrica como meio de mobilidade???, afirma o fundador e CEO da Vela, Victor Cruz.
Acerca especificamente da bicicleta, a Vela 2 segue os padrões estéticos e funcionais consagrados pela Vela e, à primeira vista, é esteticamente muito semelhante aos demais modelos, Vela 1 Vela S. Porém, algumas diferenças estruturais merecem ser citadas. O guidão é um pouco menor e foram inseridas manoplas ergonômicas, mais macias e confortáveis. A ideia aqui é trazer mais conforto e garantir manobrabilidade.
A Vela 2 conta ainda com freio regenerativo, o que viabiliza até 15% a mais de autonomia, já que quando o freio é acionado a bateria carrega. Além disso, a precisão do sensor de pedal é duas vezes maior e a sensibilidade de movimento é seis vezes mais alta.  Vale destacar ainda o alongamento dos dois paralamas para proteção dos calçados durante as chuvas e a adição do mudflap para descer calçada sem bater os paralamas.
???Nossa ideia foi aperfeiçoar a bike para seu uso como meio de transporte. Então a Vela 2 pode sim ser considerada um mix da Vela 1 com Vela S, mas com alguns acréscimos específicos para ela. Temos uma relação muito próxima com nossos clientes e muitos desses aperfeiçoamentos provêm exatamente do feedback deles???, detalha Victor, que também é engenheiro e autor de todos os projetos da Vela. 
???As manoplas ergonômicas, por exemplo, são mais macias e confortáveis e a bateria é impermeável, ou seja, à prova d???água. Já os paralamas são mais alongados, o que permite maior proteção aos calçados em dias de chuva e evita que o ciclista os esbarre na calçada ao descer. Tudo isso a gente descobriu na prática???, detalha.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE