Nova Odessa tem mais cinco mortes do coronavírus

A Vigilância Epidemiológica de Nova Odessa confirmou no boletim de quarta-feira (23/06) mais 54 casos positivos de Covid-19 em moradores da cidade, além de mais 50 pacientes curados. O boletim traz também a confirmação de que mais cinco novaodessenses faleceram em decorrência da doença. A cidade chegou, assim, a 5.351 pacientes positivados ao longo dos 16 meses de pandemia, dos quais 195 não resistiram ao vírus e faleceram. (Note-se que, neste novo boletim, foi desconsiderado um óbito que havia sido informado em duplicidade no boletim anterior.)

O número de óbitos em investigação permaneceu em três. Os casos suspeitos aguardando o resultado de exames foram a 543 (87 a menos que no dia anterior). Os pacientes já considerados curados são agora 4.761, ou 88,9% do total de contaminados pelo vírus até aqui.

O número de moradores de Nova Odessa internados com sintomas respiratórios ou de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) caiu de 48 para 46. Eram, na manhã do dia 23/06, 7 pacientes internados na UR do Alvorada (-3), 6 na nova ala respiratória do Hospital e Maternidade Municipal (+1) e 33 em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) de hospitais de outras cidades da região e do Estado (igual).

Dos cinco óbitos informados na quarta-feira, dois foram da semana anterior. As vítimas foram um homem de 38 anos morador do Parque Klavin que faleceu dia 14/06, um homem de 57 anos dos Jardim Monte das Oliveiras que faleceu dia 19/06, uma mulher de 71 anos de Sumaré que faleceu dia 22/06, um homem de 76 anos da Vila Azenha que faleceu dia 23/06 e um homem de 41 anos do Jardim São Manoel que faleceu no dia 21/06. Todos estavam sob cuidados médicos na UR.

Apesar de a campanha de vacinação contra a Covid-19 continuar avançando diariamente em Nova Odessa, a Secretaria Municipal da Saúde sempre reforça a necessidade de se continuar mantendo os cuidados para combater a disseminação do novo coronavírus enquanto durar a pandemia, principalmente o uso constante de máscaras, a higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel a 70% e o isolamento social, evitando-se aglomerações.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE