Nova Odessa reduz em 86% casos de dengue

O número de casos de dengue registrados em Nova Odessa caiu 85,7% em abril, na comparação com o mesmo mês do ano passado. Foram 49 infectados este ano ante 343 contabilizados em 2019. No acumulado do ano, a queda é de 49,1%, de acordo com balanço divulgado nesta quinta-feira (30) pela Secretaria de Saúde.
Entre janeiro e abril deste ano, 202 pessoas contraíram a doença no município, contra 397 contaminados pelo vírus transmitido pelo Aedes aegypti no primeiro quadrimestre do ano passado. Os casos de abril representa diminuição de 41,6% em relação a março, quando a Vigilância Epidemiológica recebeu 84 resultados positivos do Instituto Adolfo Lutz.
Os outros casos de 2020 foram notificadas em janeiro (5) e fevereiro (64). No ano passado, os 397 resultados positivos contabilizados no primeiro quadrimestre foram distribuídos entre os meses de fevereiro (12), março (42) e abril (343).
Ao receber o balanço da Vigilância Epidemiológica, o secretário de Saúde Vanderlei Cocato destacou o trabalho de prevenção realizado de forma ininterrupta no município, como arrastões para remoção de possíveis criadouros do mosquito, visitas casa a casa, vistoria em empresas, Bloqueio de Controle de Criadouros (BCC) em bairros com registros da doença e conscientização permanente de crianças e adultos.
“Embora a pandemia do novo coronavírus esteja exigindo muito dos funcionários da Saúde, seguimos com trabalho forte também no combate à dengue, com nossas equipes nas ruas todos os dias, retirando materiais e conversando com as pessoas. Em cada visita, nossos agentes estão conscientizando as pessoas sobre a importância de manter os lares limpos e redobras as medidas de higiene pessoal”, afirmou Vanderlei Cocato.
O trabalho de prevenção e combate à dengue é realizado pelo Setor de Zoonoses, órgão que, assim como as vigilâncias Epidemiológica e Sanitária, é vinculado à Diretoria de Vigilância em Saúde. No ano passado, foram 925 casos confirmados no município.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE