Nova Odessa recadastra profissionais do Transporte Escolar

A Prefeitura de Nova Odessa iniciou nesta semana o recadastramento online dos profissionais autônomos do Transporte Escolar que atuam na cidade. Para acessar o formulário do recadastramento, basta ao profissional entrar no site oficia da Prefeitura (www.novaodessa.sp.gov.br) e clicar no banner amarelo do lado esquerdo da página. O recadastramento vai permanecer online durante o mês de abril.

A ação visa traçar um perfil atualizado do grupo e dá continuidade a um processo iniciado em 4 de março, quando o prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, recebeu em seu gabinete uma comissão de seis profissionais autônomos do transporte escolar particular da cidade, que detalharam ao chefe do Executivo uma série de reivindicações urgentes do grupo.

“Começamos essa semana a fazer o recadastramento dos profissionais de Transporte Escolar de Nova Odessa. Esse recadastramento tem a finalidade de montarmos uma base de dados com as informações de todos esses profissionais como motoristas, os veículos, seguros etc”, explicou André Gazzetta, da Diretoria de Transportes do Município.

“Constantemente somos procurados por pais e mães com pedidos de informações sobre estes profissionais e hoje infelizmente não temos como passar. É importante a Diretoria de Transportes de Nova Odessa ter essas informações, ter mais proximidade com os profissionais, para sempre caminharmos juntos. Após esse recadastramento, iremos fazer também com outros setores do transporte de Nova Odessa – taxistas, motoristas por aplicativo”, acrescentou o servidor.

Estima-se que Nova Odessa tinha 70 autônomos atuando no transporte particular de estudantes tanto para escolas da cidade quanto para outros municípios vizinhos, até março de 2020, quando começou a pandemia de Covid-19 e a quarentena. As atividades desse grupo foram severamente afetadas pela quarentena e pela suspensão de aulas presenciais em função da pandemia de Covid-19, a partir de março de 2020.

Vistorias

A principal reivindicação do grupo era quanto às vistorias para a prestação do serviço realizadas pelo Detran.SP. Eles reclamavam, em março, que o Detran de Nova Odessa não estava fazendo o agendamento para as vistorias, que devem ser semestrais – alegadamente, pela carência de servidores estaduais. Por isso, eles foram direcionados, no primeiro semestre, ao Detran de Sumaré.

Leitinho se comprometeu na época a ceder servidor e estagiário do Município à unidade local do Detran, para que a vistoria possa ser retomada na cidade – o que já foi feito: são hoje três servidores e dois estagiários da Prefeitura atuando no Departamento. Tanto que a unidade local do Detran.SP já confirmou que vai retomar as vistorias na cidade em maio.

“Sei que vocês passaram um ano de perrengues, em que praticamente não circularam. Muitos estão em casa, parados, prejudicados pela pandemia. Quero ser parceiro de vocês, como de todos os demais setores da nossa Economia, o que precisarem de mim e eu puder fazer, contem comigo. Mas só posso fazer por vocês o que for legal e tiver respaldo jurídico. E vocês têm as portas abertas para dialogar com a Prefeitura”, adiantou Leitinho.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE