Nova Odessa prepara licitação para reforma no Hospital Municipal

A clínica médica do Hospital e Maternidade Municipal ‘Dr. Acílio Carreon Garcia’ vai passar por uma ampla reforma. A obra, com custo estimado em R$ 796.184,55, foi autorizada nesta quinta-feira (13) pelo prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza e será viabilizada com recursos obtidos com o leilão de duas áreas públicas localizadas no Parque Industrial Harmonia. A melhoria faz parte do projeto de remodelação e ampliação da unidade hospitalar, iniciado em 2018. É a maior intervenção no HM em mais de 32 anos.

A requisição de reforma foi protocolada nesta quinta na Diretoria de Suprimentos pelo secretário de Saúde, Vanderlei Cocato. A previsão é de que o processo de licitação (na modalidade tomada de preços) para escola da empresa responsável pela obra seja lançado na próxima semana, com publicação no DOE (Diário Oficial Eletrônico do Município).

De acordo com a Secretaria de Obras, Projetos e Planejamento Urbano, a obra prevê reforço em toda a estrutura do prédio, troca das instalações hidráulica e elétrica, troca do piso atual por porcelanato, substituição de portas e janelas, novo revestimento de pastilha de cerâmica, reparos no sistema de iluminação, aplicação de massa corrida e pintura. A área que será reformada tem 716 metros quadrados. A clínica médica possui 22 leitos.

 

“É uma importante obra para o município, pois o espaço recebe diariamente muitos pacientes internados para diversos tipos de tratamento, principalmente idosos. A reforma faz parte do processo de humanização do atendimento na rede municipal de saúde e visa oferecer acomodações com mais qualidade aos pacientes e melhores condições de trabalho aos nossos profissionais”, afirmou o secretário de Saúde Vanderlei Cocato.

Após a intervenção, o espaço ficará 100% revitalizado. Em maio do ano passado, a Prefeitura de Nova Odessa entregou a nova recepção da Clínica Médica, que fez parte da segunda etapa da reforma do hospital. As outras fases contemplaram a reforma do Pronto-Socorro (nova sala de espera, enfermaria, ampliação de leitos nas salas de urgência e emergência etc.) e a ampliação da maternidade, que está em andamento. Essas etapas foram viabilizadas por meio de parceria com a iniciativa privada.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE