Edit

Nova Odessa não registra novos casos positivos de Covid-19 nas últimas 24h

A Prefeitura de Nova Odessa, por meio da Vigilância Epidemiológica, informou na quarta-feira (03/02) que, nas últimas 24 horas, nenhum novo caso positivo da Covid-19 em morador da cidade foi registrado no município. Com isso, o número total de moradores infectados se mantém-se em 2.265. Apesar dos dados das últimas 24 horas serem considerados positivos, a Secretaria Municipal de Saúde alerta sobre a importância de se manter os protocolos de higiene e distanciamento social como única forma de se prevenir e combater o novo coronavírus.

Os demais dados apontam que foram contabilizados oficialmente 6.732 notificações, das quais 3.107 já tiveram resultados negativos para o novo vírus. Dos 2.265 casos positivos, 1.942 pacientes já se encontram curados, 25 pessoas seguem internadas – sendo 20 em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) de hospitais de referência da região e cinco na Unidade Respiratória do Alvorada.

Como a pandemia de Covid-19 segue “a todo vapor” no país, a Prefeitura de Nova Odessa, através Secretaria Municipal de Saúde, mantém a campanha de alerta à população para que sejam mantidos o uso constante de máscaras, a higienização das mãos e superfícies com produtos de limpeza (incluindo álcool a 70%), o distanciamento social e que se evite aglomerações, como formas de combater a disseminação do novo coronavírus. A fiscalização das aglomerações, inclusive, foi intensificada, como anunciado semana passada.

Para dar conta da demanda, ao assumir a Prefeitura, o prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, determinou a ampliação no número de leitos de urgência na Unidade Respiratória. O local passará de dois para seis leitos de urgência. Os trabalhos já foram iniciados e devem ser concluídos nos próximos dias.

“No dia 21 de janeiro, iniciamos a vacinação contra a Covid-19, e até a quarta-feira (03/02) 567 doses já haviam sido aplicadas, atendendo os servidores da linha de frente da Saúde contra a Covid-19, idosos que estão nas instituições de longa permanência e funcionários dessas casas de repouso e asilos. O trabalho segue e na próxima semana iniciaremos a vacinação de novos grupos prioritários”, destacou Leitinho.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE