Edit

Nova Odessa mantém distribuição de 1,8 mil ‘kits merenda’

Mesmo após o retorno das aulas presenciais, a Prefeitura de Nova Odessa, por meio da Secretaria Municipal de Educação, manteve a distribuição dos “kits alimentação” às famílias de alunos em situação de vulnerabilidade da Rede Municipal de Ensino. Neste mês, a distribuição aconteceu nos dias 23, 25 e 25/11, totalizando a distribuição de cerca de 1.850 cestas de alimentos.

 

Desde o início do ano letivo, além das cerca de 900 famílias inscritas em programas assistenciais, outras 900 em situação de vulnerabilidade também foram inseridas na “listagem” do “kit merenda” e passaram a receber o benefício desde maio (o total varia ligeiramente mês a mês).

 

Esse segundo grupo foi apontado através de um levantamento realizado pelas próprias equipes das escolas municipais – que conhecem a realidade dos familiares dos estudantes –, e passou a ser beneficiado por determinação do prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho. Os kits são retirados nas respectivas escolas pelas famílias atendidas.

 

“Venho acompanhando as dificuldades enfrentadas pela população, porque devido à pandemia muitos pais e mães perderam seu emprego e não estavam conseguindo colocar comida na mesa. Por isso, pedi à Educação para ampliar a entrega de alimentos, e praticamente dobramos o número de famílias beneficiadas. Considerando a situação de muitas famílias, decidimos manter a entrega dos kits até o momento”, explicou o prefeito Leitinho.

 

“O objetivo é minimizar os impactos da pandemia de Covid nestes núcleos familiares, tanto no período em que as aulas ocorreram de forma remota e os alunos não tinham acesso à merenda escolar), como agora, devido à necessidade de continuar prestando esse auxílio a essas famílias, muitas delas ainda sem renda”, reforçou o secretário de Educação, José Jorge Teixeira.

 

A Administração Municipal distribuiu durante o ano milhares de kits de alimentos a famílias de parte dos alunos das 25 escolas mantidas pela Prefeitura – entre creches, pré-escolas e escolas de Ensino Fundamental 1. O benefício é cumulativo aos demais programas assistenciais, mas limitado a um “teto” de três kits por família.

 

É o caso de dona Nathalia, que tem três crianças estudando na EMEFEI Paulo Azenha, no do Jardim Fadel. “Gostaria de agradecer à Secretaria da Educação e todos os colaboradores e gestores do Paulo Azenha pela oportunidade de nossas crianças receberem esse kit alimentação em tempos tão difíceis. Obrigada por nos ajudar economicamente com essa alimentação. Da nossa família, é muita gratidão, pois estamos com desempregados em casa. Muito obrigada”, afirmou a mãe de alunos.

 

O KIT

 

De acordo com a nutricionista do Setor de Alimentação Escolar da Prefeitura, Juliana Pissaia, embora o PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) determine que os alunos tenham direito à quantidade de alimentos que consumiriam nas escolas, em Nova Odessa esse tem sido muito mais abrangente.

 

“Nosso kit é composto de itens da cesta básica, entre eles, arroz, feijão, óleo, macarrão, extrato de tomate, leite em pó, incluindo pão, frutas e legumes. Além de favorecer os alunos com os alimentos, também estamos gerando renda para os pequenos agricultores – fornecedores dos hortifrútis que compõem os kits”, disse a profissional da Rede.

 

Neste mês, além do kit, cada família recebeu ainda mais um pacote de arroz de cinco quilos. Apenas nos meses de setembro e outubro, devido ao processo de licitação ainda em andamento, os “kits merenda escolar” foram compostos por produtos de hortifruti e pães – mas as crianças já estavam recebendo novamente a alimentação nas próprias escolas.

 

A Rede Municipal novaodessense, mantida pela Prefeitura, possui 25 unidades, entre creches, pré-escolas e escolas de Ensino Fundamental 1, e conta com 55 diretores e especialistas, 400 professores, 200 integrantes nas equipes de apoio e atende a cerca de 5,6 mil alunos.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE