Nova Odessa: Levi pede agilidade com procedimentos suspensos

Com os impactos da pandemia na rede pública de saúde, todas as atenções estão voltadas ao enfrentamento da Covid-19. Em Nova Odessa, o vereador Levi Tosta, o Levi da Farmácia (DEM), chama a atenção também para aqueles pacientes que estão na fila de espera para outros procedimentos – os chamados eletivos – e que podem ter seu quadro de saúde agravado pela longa espera pelo atendimento.

“Todos os recursos materiais e humanos estão centrados no combate à pandemia, mas já estamos há mais de um ano nessa situação e esses outros pacientes, com problemas de saúde graves também, estão sem atendimento. É muito preocupante tanto pela saúde das pessoas quanto pelo reflexo que isso terá no sistema de saúde”, explicou Levi.

O parlamentar alerta para a necessidade de atendimento e tratamento urgente para pessoas com doenças vasculares, câncer, entre outros. Além das consultas e exames em número reduzido para evitar aglomerações, muitos pacientes estão à espera de cirurgias, tanto na rede municipal quanto na rede estadual de saúde.

“Assim, inúmeros pacientes que poderiam ter a saúde restabelecida, padecem de doenças ou têm a vida abreviada devido à ausência de exames e tratamentos até então realizados na rede pública de saúde”, completou Levi.

Diante deste cenário, em requerimento que está na pauta da sessão da próxima segunda-feira, 17/05, Levi questiona a prefeitura sobre as alterações na rotina de atendimento de pacientes, restrições na realização de exames e critérios utilizados para a definição das cirurgias a serem realizadas na rede municipal de Saúde.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE