Nova Odessa inicia vacinação contra o sarampo

A Secretaria de Saúde de Nova Odessa iniciou, nesta segunda-feira (10), a campanha de vacinação contra o sarampo, com objetivo de imunizar crianças e adolescentes entre 5 e 19 anos. Em Nova Odessa, são aproximadamente 11 mil pessoas nesta faixa etária. A imunização está sendo oferecida nas UBS’s (unidades básicas de saúde) do Centro, Marajoara, Alvorada e São Francisco. No sábado (15) acontece o “Dia D”, com vacinação apenas no Jardim Alvorada (UBS 5) e Centro (UBS 1). A campanha vai até o dia 13 de março. Nova Odessa não registrou, até o momento, nenhum caso de sarampo.

Segundo a enfermeira Paula Mestriner, responsável pela Vigilância Epidemiológica, o objetivo da campanha é resgatar quem não se vacinou ou complementar esquemas de vacinação da vacina tríplice viral. A complementação será feita a partir da análise do cartão de vacinação e conforme as indicações do Calendário Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde. “A nossa meta é atender toda essa população de 11 mil pessoas, mas isso não quer dizer que iremos fazer as 11 mil vacinas, porque nessa campanha vão receber a vacina de sarampo só as pessoas que não tenham tomado as duas doses”, explicou ela.

A campanha é uma estratégia para interromper a circulação do vírus do sarampo no Brasil. Em 2019, aconteceram duas etapas direcionadas às faixas etárias mais suscetíveis ao surto no país. Já em 2020, a campanha é destinada aos grupos não vacinados no ano passado. A segunda etapa da campanha em 2020 começa em agosto e será voltada a pessoas com a faixa etária de 30 a 59 anos.

“?? uma campanha seletiva, ou seja, os pais levaram as carteirinhas até o posto e os nossos agentes verificaram a necessidade ou não da aplicação da vacina, avaliando caso a caso. Por isso é muito importante, indispensável mesmo, que os pais ou responsáveis levem a carteirinha de vacinação das crianças até a unidade básica”, explicou o secretário de Saúde, Vanderlei Cocato.

SINTOMAS. Os principais sintomas da doença são tosse, dores nas costas, olhos vermelhos e manchas pelo corpo. Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos.

A prevenção do sarampo está disponível em apresentações diferentes. Todas previnem o sarampo e cabe ao profissional de saúde aplicar a vacina adequada para cada pessoa, de acordo com a idade ou situação epidemiológica. Os tipos de vacinas são:

– Dupla viral – Protege do vírus do sarampo e da rubéola. Pode ser utilizada para o bloqueio vacinal em situação de surto;

– Tríplice viral – Protege do vírus do sarampo, caxumba e rubéola;

– Tetra viral – Protege do vírus do sarampo, caxumba, rubéola e varicela (catapora).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE