Nova Odessa gera mais de mil empregos em 2019

Números do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados na última quinta-feira (21) pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia apontam que Nova Odessa abriu 60 novos postos de trabalho com carteira assinada em outubro. Com o saldo positivo, o município de 60,1 mil habitantes atingiu a marca de 1.024 empregos criados nos primeiros dez meses do ano. ?? o melhor resultado para o período desde 2013.

Naquele ano, alavancada pela indústria, Nova Odessa gerou 1.558 vagas formais entre janeiro e outubro. O saldo positivo parcial de 2019 é o quarto maior da série histórica iniciada em 2003, ao lado de 2004 (1.635 empregos), 2007 (1.045) e 2010 (1.631).

De acordo com o Caged, as empresas do Paraíso do Verde contrataram 587 profissionais no mês passado e demitiram 527, gerando saldo positivo de 60 empregos. O setor de serviços foi o principal vetor do mercado de trabalho novaodessense, com 41 novas oportunidades criadas em outubro. No acumulado do ano, o segmento é responsável pela abertura de 530 vagas, mais da metade do volume total gerado no município.

O desempenho mantém Nova Odessa entre as dez cidades que mais geram emprego na RMC (Região Metropolitana de Campinas), que é formada por 20 municípios. No grupo metropolitano, apenas duas localidades com menos de 100 mil habitantes venceram a barreira dos mil empregos formais em 2019, segundo dados do governo federal.

“Nova Odessa retomou a geração de empregos. Isso é incontestável, os números têm nos mostrado todos os meses. Até agora, foram nove meses com saldos positivos e uma média de mais de 100 novas vagas formais criadas por mês. Mesmo assim, ainda é pouco, pois o desemprego assola o país. Por isso, estamos adotando medidas de estímulo a contratações e buscando novas empresas. Além disso, vamos ajudar na qualificação profissional, que é outra forma de criar oportunidades. Só na área de tecnologia da informação são 160 mil vagas ociosas, que não são preenchidas por falta de mão de obra qualificada”, analisou o secretário de Desenvolvimento Econômico do município, José Mário Moraes.

No Brasil, foram criados 70.852 empregos com carteira assinada em outubro, segundo o Caged. O saldo é resultado de 1.365.054 contratações e 1.294.202 demissões. De acordo com estatística do Ministério da Economia, é o sétimo mês seguido que o país registra mais admissões do que desligamentos. Foi o melhor desempenho em outubro desde 2017.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE