Edit

Nova Odessa comemora saldo positivo na geração de emprego

Nova Odessa registrou saldo positivo pelo quarto mês consecutivo e segue entre os municípios que mais geram empregos na RMC (Região Metropolitana de Campinas), mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus. De acordo com os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados na última quinta-feira (26) pelo Ministério da Economia, o ‘Paraíso do Verde’ criou 399 vagas com carteira assinada em outubro, o sexto melhor resultado no ranking de 20 cidades do grupo metropolitano.

O saldo positivo de 399 empregos é resultado de 1.143 admissões e 744 desligamentos formalizados entre os dias 1º e 31 de outubro, conforme aponta o Painel de Informações do Novo Caged. O setor que mais abriu postos de trabalho foi a indústria, com 234 empregos. Em seguida, vieram serviços, com 111 e o comércio, 46.


Depois de gerar 409 vagas em fevereiro, o município iniciou uma trajetória de queda de quatro meses, em razão da pandemia, e retomou a geração de emprego em julho, com o início da retomada econômica avalizada pelo ‘Plano São Paulo’. De lá pra cá, foram 1.645 postos abertos (260 em julho, 479 em agosto, 507 em setembro e 399 no mês passado).

Na Região Metropolitana de Campinas, Nova Odessa é a cidade com menos de 100 mil habitantes – tem 60,1 mil – que mais abriu vagas em outubro, atrás apenas de Campinas (3.304), Americana (723), Indaiatuba (720), Sumaré (580) e Hortolândia (424).

Para a secretária de Desenvolvimento Econômico e Gestão Social da Prefeitura, Regina Pocay, os números mostram a consolidação desse momento de retomada no município. “Conversando com os empresários, percebemos que eles estão contratando, respeitando os protocolos sanitários estabelecidos pela Vigilância Sanitária, e esperançosos de que a economia readquira seu ritmo normal”, afirmou Regina Pocay.

No Brasil, segundo o Caged, foram criadas 394.989 vagas com carteira assinada em outubro. A exemplo de Nova Odessa, é o quarto mês seguido que o país tem mais admissões do que desligamentos. Foram 1.548.628 contratações e 1.153.639 demissões. Em outubro de 2019, foram gerados 70.852 empregos formais.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE