Nova Odessa cobra de operadoras por cabos soltos (tele e internet)

Sabe aqueles fios soltos em postes que, em diversas ocasiões, acabaram ocasionando acidentes, especialmente com motociclistas? Se depender da atual gestão da Prefeitura de Nova Odessa, todos os cabos das operadoras de telefonia e de internet que atua na cidade serão organizados muito em breve. Para isso, por determinação do prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social promoveu na sexta-feira (19/02) uma reunião com empresas concessionárias do setor de Telecomunicação, cobrando que seja revisada toda a estrutura existente no município, corrigindo os pontos críticos.

A reunião contou com a presença do secretário de Desenvolvimento Econômico e Social Samuel Marin, do secretário-adjunto Rafael Brochi, da vereadora Márcia Rebeschini, da analista de contratos da Desktop, Maria Estela Andrade, da assistente de cobrança da Desktop, Cibele de Souza Vicente, e do gerente corporativo da Clicknet Robson Joab. Na próxima semana, os secretários participarão de um novo encontro, com as operadoras Vivo e Net.

Durante a reunião, o secretário destacou os riscos que a fiação solta pode ocasionar aos munícipes e afirmou que “é de suma importância corrigir os pontos críticos, para garantir segurança a todos”. “O fato é que existem problemas e eles devem ser corrigidos. Essa questão dos fios soltos foi tema, inclusive, de requerimento da vereadora Márcia. Portanto, acreditamos que nesta reunião possamos estabelecer uma parceria para que essa questão possa ser superada o mais breve possível”, destacou Marin.

A vereadora Márcia Rebeschini comentou que vem sendo procurada por moradores alertando sobre as ocorrências de fios soltos, e que por isso acabou levando o assunto para discussão na Câmara Municipal. “Essa é uma questão de segurança, e esse encontro é fundamental para que possamos dar o primeiro passo em busca de uma solução definitiva em benefício da nossa comunidade”, comentou a parlamentar.

O secretário-adjunto lembrou que, além de fios soltos, é importante que seja verificada também a forma com que foram instalados os ramais para atendimento domiciliar. Ele comentou que em vários locais é possível verificar as famosas “barrigas” (fios caindo, muitas vezes na altura da cabeça dos pedestres, ciclistas e motociclistas) que, dependendo da altura, podem ser facilmente alcançadas por baús de caminhões, deixando a vizinhança sem internet e TV por dias.

“São várias as questões que devem ser verificadas pelas prestadoras de serviço. Nosso grande objetivo é disciplinar e isso refletirá em ganhos não só apenas para a comunidade, mas também para as empresas”, explicou Brochi.

ENQUETE ONLINE

Para auxiliar neste trabalho das operadoras de telefone e de internet, a Prefeitura de Nova Odessa deve lançar nos próximos dias uma enquete em sua página oficial no Facebook (https://www.facebook.com/PrefeituradeNovaOdessa) pedindo que a população indique onde estão estes pontos críticos, com fios soltos ou fora do padrão.

“Essa pesquisa auxiliará muito neste início de trabalho, atuando diretamente nos pontos mais críticos. Independentemente d isso, a ideia é que as operadoras já possam fazer seus próprios levantamento e iniciar o trabalho de revisão da fiação. Ajustando esses pontos críticos, todos ganham”, contou Brochi.

Gerente corporativo da Clicknet, Robson Joab disse que a sua empresa iniciou os trabalhos de instalação da sua rede há poucos meses e que alertará sua equipe sobre “a importância de se realizar a instalação da melhor forma possível”. Ele disse ainda que coloca a central do consumidor à disposição do seu cliente para acionar em situação de rompimento de cabos e ajustes que forem necessários.

“A Clicknet está chegando agora em Nova Odessa e não possuímos uma grande rede instalada na cidade e estamos há disposição para que possamos garantir o melhor atendimento”, destacou. As representantes da Desktop também se colocaram à disposição no sentido de cooperar com a iniciativa da Prefeitura e realizar as manutenções necessárias nas suas redes aéreas.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE