Nova Odessa chega a 150 óbitos da Covid19

Exames realizados pelo Instituto Adolfo Lutz e liberados à Vigilância Epidemiológica Municipal na sexta-feira (07/05) confirmaram o novo coronavírus como a causa da morte de mais dois moradores de Nova Odessa. Assim, a cidade alcança a marca de 151 vítimas fatais da pandemia desde março de 2020. Também foram confirmados mais 42 exames positivos para a Covid-19, fazendo com que Nova Odessa atinja a marca de 3.700 casos da doença nestes pouco mais de 14 meses.

Entre as duas novas vítimas do vírus, está uma mulher idosa, de 82 anos, moradora do Jardim Santa Rita, que faleceu dia 06/05 na UR (Unidade Respiratória) do Jardim Alvorada, unidade que é a “porta de entrada” de pacientes com sintomas respiratórios na Rede Municipal de Saúde. Fora a idade avançada, ela não tinha comorbidades relatadas.

No mesmo dia 06/05, também na UR, faleceu uma mulher de 65 anos moradora do Jardim Bela Vista. Ela tinha diabetes – considerada uma comorbidade, ou seja, uma doença ou condição de saúde pré-existente que são fatores de risco para casos graves de Covid-19.

O boletim diário da Vigilância Epidemiológica indica ainda que 3.252 pacientes que testaram positivo para o vírus durante a pandemia já são considerados curados da doença, o que representa 87,9% do total de contaminados. Há ainda 469 casos em investigação (geralmente aguardando os resultados de exames feitos pelo laboratório de referência da Rede Pública de Saúde no Estado), incluindo nove óbitos suspeitos de Covid-19, de pessoas que sucumbiram à SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave).

Já o número de moradores da cidade internados com sintomas respiratórios manteve-se estável nas últimas 24 horas, em 39. Eram, na sexta-feira, os mesmos seis pacientes sub cuidados da equipe da Unidade Respiratória do Alvorada, cinco na nova ala respiratória do Hospital e Maternidade Municipal e 28 em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em hospitais públicos e privados de outras cidades da região e do Estado.

CUIDADOS

A Secretaria de Saúde da cidade ressalta sempre a importância de continuar mantendo todas as medidas de proteção enquanto durar pandemia, como forma de combater a disseminação do novo coronavírus – principalmente o uso constante de máscaras, a higienização das mãos com água e sabão ou o uso do álcool em gel a 70% e o isolamento social, evitando-se aglomerações a todo custo.

As equipes dos serviços da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Nova Odessa diretamente envolvidas no atendimento dos pacientes com sintomas respiratórios orientaram os moradores da cidade a não esperar ter falta de ar para procurar um médico, seja privado ou na Rede Pública Municipal. “Aos primeiros sintomas da Covid-19, procure atendimento na Unidade Respiratória do Jardim Alvorada. Quanto mais cedo o atendimento médico, menor o risco de agravamento da doença”, justificou o secretário da pasta, o médico Nivaldo Luís Rodrigues.

Já o enfermeiro emergencista Edson dos Santos Silva, coordenador da UR do Alvorada, pediu que as pessoas redobrem os cuidados sanitários mesmo neste final de semana de Dia das Mães, mantendo o isolamento social sempre que possível. “Não é hora de relaxar na prevenção, porque a pandemia continua e o vírus está aí”, apelou o profissional. Nova Odessa segue vacinando os grupos prioritários no ritmo das entregas de doses das vacinas pelo PNI (Programa Nacional de Imunização).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE