Nova Odessa ‘busca’ beneficiários do Programa NOS

A Prefeitura de Nova Odessa, por meio da Diretoria de Promoção Social, iniciou nesta segunda-feira (12) uma verdadeira “caçada” às 627 famílias beneficiadas pelo Programa NOS (Nova Odessa Solidária) que ainda não compareceram para validar o cadastro e, assim, poder receber o benefício. A data limite de validação termina na próxima sexta-feira, 16 de abril.

Até o momento, 1.013 famílias compareceram no Social. O programa da Prefeitura vai conceder um auxílio emergencial municipal no valor de R$ 600, divididos em três parcelas de R$ 200. O atendimento das famílias continua de segunda a sexta-feira, das 8h às 13h, na sede da Promoção Social, que fica localizada na Rua Anchieta, nº 130, no Centro.

O telefone para dúvidas é o (19) 3476-1358. O atendimento presencial segue um rígido protocolo sanitário e de distanciamento social, para evitar aglomerações e minimizar o risco de contágio da Covid-19. Os titulares devem levar documentos pessoais (CPF e RG ou CNH) e comprovante de endereço recente em Nova Odessa.

De acordo com o diretor municipal de Promoção Social, Wágner Longhi, a busca ativa está sendo realizada por meio de ligações telefônicas. Colaboradores da diretoria estão realizando ligações para as famílias que ainda não compareceram ao chamado e estão com risco de perder a ajuda financeira municipal. A Prefeitura tem divulgado constantemente o prazo para validação cadastral, através de seus canais próprios e também da imprensa regional.

“Faltam validar o cadastro 627 famílias e, para que todas possam confirmar a participação no programa, estamos realizando um trabalho de busca dessas pessoas por meio dos nossos cadastros. Ao conversar com algumas das famílias, elas demonstraram temor em receber o Nova Odessa Solidária e ‘perder’ algum programa federal. Isso não vai acontecer, pois o NOS é um complemento de renda, especialmente nesse pior momento da pandemia. Portanto, nenhum benefício já conquistado pelas famílias deixarão de existir. O NOS veio para somar forças”, declarou o diretor.

Na criação do Nova Odessa Solidária, uma exigência da lei municipal prevê que o auxílio emergencial municipal seja voltado principalmente a mulheres arrimo de família. “Não queremos deixar ninguém de fora, por isso estendemos o prazo para todas as famílias incluídas no Nova Odessa Solidária procurem nossa equipe do Social para confirmar suas informações e, assim, poder receber seu auxílio municipal. Não vamos deixar ninguém pra trás”, afirmou o prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho (PSD).

O chefe do Executivo adiantou ainda que o pagamento inicial do primeiro grupo de famílias beneficiadas deve começar ainda em abril, em datas, horários e locais que ainda serão definidos e divulgados pela Prefeitura. As famílias devem ser divididas em grupos por ordem alfabética do primeiro nome para receber o primeiro auxílio municipal. Tudo será pensado para evitar filas e aglomerações no momento crítico da pandemia de Covid-19.

Programa

O programa municipal de transferência de renda e segurança alimentar NOS – Nova Odessa Solidária beneficia as famílias carentes da cidade incluídas em janeiro e fevereiro em dois outros programas assistenciais – o Bolsa Família e o Cesta Básica Municipal.

Foram incluídos automaticamente no NOS os titulares das 1.640 famílias carentes da cidade, sendo 1.166 que receberam o Bolsa Família em fevereiro deste ano e as 474 famílias que receberam cestas básicas no Clube da Melhor Idade em janeiro e fevereiro deste ano (mas que não recebem o Bolsa Família).

A Promoção Social fará o cruzamento de informações e dados familiares, a fim de evitar o recebimento de mais de auxílio municipal pela mesma família. O objetivo é garantir a segurança alimentar das crianças das famílias mais vulneráveis aos problemas econômicos e sociais causados pela fase mais aguda da pandemia de Covid-19 até agora.

O investimento da gestão municipal no programa será de cerca de R$ 1 milhão, oriundo do trabalho de renegociação e repactuação de contratos com fornecedores de serviços à Prefeitura deflagrado em janeiro deste ano.

Para amparar outras famílias residentes no município que não se enquadram nos critérios do Programa NOS, os interessados podem procurar a Promoção Social para verificar se podem ser enquadradas e atendidas em um dos outros programas sociais existentes – como o Cesta Básica Municipal, o Bolsa Família (federal) ou o Viva Leite (estadual), por exemplo.

Mais informações são divulgadas pela Prefeitura de Nova Odessa via imprensa regional, no site oficial (http://www.novaodessa.sp.gov.br/) e nas redes sociais do Município (https://www.facebook.com/PrefeituradeNovaOdessa e https://www.instagram.com/prefeituradenovaodessa/).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE