Nova Odessa bem avaliada pelo TCE

Um levantamento inédito feito pelo TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) classificou Nova Odessa como um município com índice de gestão efetiva. O IEGM (Índice de Efetividade da Gestão Municipal) avalia a efetividade das políticas e atividades públicas desenvolvidas pelos gestores.
O índice foi composto através de sete itens setoriais que buscam avaliar, ao longo do tempo, se a visão e objetivos estratégicos foram alcançados de forma efetiva e, com isso, oferecer elementos importantes para auxiliar e subsidiar a fiscalização. O novo estudo analisa a infraestrutura e os processos dos municípios nas áreas de educação, saúde, planejamento, gestão fiscal, proteção ao meio ambiente, cidadãos e tecnologia de informação tendo como bases informações declaradas pelos próprios municípios no ano passado.
Secretário de Finanças de Nova Odessa, Pedro Daniel dos Santos classificou como positiva a nota obtida pelo município. “Nova Odessa é um município de ponta na região e foi bem avaliado, obtendo notas como outras cidades de grande porte”, disse. Ele lembrou que a cidade se destaca regionalmente por oferecer qualidade de vida e oportunidades aos seus moradores.
Entre os índices avaliados pelo TCE estão Proteção ao Cidadão e Educação, nos quais Nova Odessa conquistou nota A. No primeiro item, foram analisados o grau de planejamento municipal na proteção aos cidadãos frente a possíveis eventos de sinistros e desastres. Já em Educação, o Tribunal avaliou as ações da educação infantil e Ensino Fundamental, com foco em aspectos relacionados à infraestrutura escolar.
Nova Odessa recebeu ainda notas B+ em Saúde (que mede ações relacionadas à Atenção Básica, Equipe Saúde da Família, Conselho Municipal de Saúde, atendimento à população para tratamento de doenças e cobertura das campanhas de vacinação e de orientação à população) e em Gestão Fiscal (que faz a análise financeira e orçamentária, verificação da aplicação de recursos vinculados, da transparência da administração municipal e obediência aos limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal).
Já no quesito Meio Ambiente, que avalia o resultado das ações relacionadas ao meio ambiente que impactam a qualidade dos serviços e a vida das pessoas, como projetos de resíduos sólidos, educação e estrutura ambiental, o município recebeu a nota B.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE