Nova Odessa amplia tratamento de esgoto

Planejando o crescimento populacional da cidade pelos próximos anos e para garantir o tratamento de esgoto a mais 20 mil moradores, a Coden (Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa) iniciou a obra de ampliação da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Quilombo. O investimento é de R$ 6,832 milhões na implantação da 3ª fase da ETE, permitindo tratar mais 46 litros de esgoto por segundo.A obra teve início há alguns dias e está na fase de fundação, o ???bate-estaca???, com prazo de execução de 12 meses. O recurso de R$ 5,997 milhões a fundo perdido é oriundo da Cobrança PCJ Paulista do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos), do Governo do Estado. A Coden investe R$ 835 mil como contrapartida, para implantar mais um reator anaeróbio/aeróbio, o 4º módulo do sistema U-BOX.Desde junho de 2015 a ETE Quilombo funciona de modo ampliado e tratando 100% do esgoto doméstico coletado na cidade. ???A capacidade atual do tratamento dos efluentes domésticos em Nova Odessa é para 70 mil moradores. Mas os efluentes industriais pré-tratados lançados na rede têm ocupado o saldo que temos hoje???, explica o diretor-presidente da Coden, Ricardo Ongaro.???Em curto prazo estamos bem atendidos, uma vez que a população atual é de 57,5 mil habitantes. Com mais esse módulo da ETE Quilombo estamos antecipando e planejando para médio e longo prazo. Dessa maneira teremos uma margem de alguns anos de crescimento populacional???, garante Ongaro. O dirigente da Coden afirma que também existe o planejamento de construir nova ETE nos próximos anos.O prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza destaca a importância de o Município continuar crescendo com sustentabilidade. ???Estamos investindo no Saneamento Básico, melhorando as condições de saúde e qualidade de vida da população, além de garantir o tratamento de esgoto para as futuras gerações???, ressalta. ???Nova Odessa 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE