Nova Odessa alerta para o golpe da falsa fiscalização

A Vigilância Sanitária da Prefeitura de Nova Odessa recebeu denúncias de mensagens de WhatsApp que estão sendo enviadas a estabelecimentos comerciais do município por pessoas que estariam supostamente se passando por profissionais do Ministério da Saúde com o objetivo de “agendar uma visita para confirmar casos de Covid-19 no local”. A suposta visitação não procede, e a mensagem poderia se tratar de uma tentativa de golpe.

A equipe do setor esclarece que “a Vigilância Sanitária não agenda visitas ou vistorias por telefone ou WhatsApp e qualquer dúvida pode ser esclarecida diretamente na unidade”. A Vigilância Sanitária de Nova Odessa fica na Rua Independência, nº 581, no Centro, e funciona nos dias úteis, das 7h30 às 15h30. Os contatos também podem ser feitos pelo telefone (19) 3466-1905 ou pelo e-mail [email protected]

É o segundo alerta do tipo emitido neste ano pela Vigilância Sanitária de Nova Odessa. Em abril, o órgão municipal já havia denunciado um possível golpe via telefone celular que estaria sendo aplicado na cidade em nome do órgão. Trata-se do falso agendamento de fiscalização. A Vigilância Sanitária ressalta que não faz ligações para empresas agendando visitas.

“Estão usando o nome da Vigilância Sanitária e ligando para os estabelecimentos, dizendo que estão ‘agendando visitas’. Em seguida, falam que o Google vai enviar um código e pedem para a pessoa falar o número do mesmo. É um golpe. Informamos que a Vigilância Sanitária não liga agendando fiscalização”, resumiu na época a coordenadora do órgão municipal, Méria Brito de Jesus.

O funcionamento é muito parecido a diversos outros golpes que visam “sequestrar” o número de celular e WhatsApp da vítima, como o golpe da falsa pesquisa sobre medidas de prevenção ao coronavírus, detectado em Americana, e o da “falsa vacinação”, cujo alerta foi dado recentemente pela Fundação Procon de São Paulo.

A orientação é que, ao receber este tipo de ligação (e antes de informar qualquer código recebido por mensagem), o cidadão ou empresário anote o número do telefone, o nome de quem está falando e informe que vai confirmar a veracidade da informação junto à Vigilância Sanitária do município.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE