‘Nova Fiscal’ da rede fala ao NM

Uma das figuras mais ativas nas redes sociais que ‘pega no pé’ dos políticos em Americana, Taís Cantagallo Cardelíquio falou por via eletrônica ao NM. 
Abaixo seguem alguns excertos pouco do que ela, que representa a nova visão da política, disse ao NM.
“Primeiramente, gostaria de esclarecer que não trabalho na política diretamente e tampouco represento algum partido”.

“Acredito que a política não só pode melhorar a vida das pessoas como tem um papel fundamental dependendo da perspectiva de cada um. Aqueles que se dizem ???apolíticos???, na verdade são apenas conservadores e temem que a situação possa ser piorada”. 
AMERICANA- “Ainda vislumbro por resultados positivos. Não poderia ser diferente, afinal de contas, estamos no primeiro semestre da gestão Najar e é possível vermos/sentirmos as atividades sendo realizadas e os funcionários cumprindo com as suas atribuições. O que ocorre é que infelizmente nem todos agem da forma esperada, e o pior ainda não é isso, o gargalo dessa gestão é a IN??RCIA perante obrigações legais.”
OMAR ERRA– Neste cenário em que estamos vivendo, como melhor exemplo a demissão de probatórios (independentemente de decisões judiciais) e contratação de comissionados (independentemente de formação acadêmica), claro nos é que o prefeito parece ter APENAS OPINI??O PESSOAL, fazendo com que sejam desprezados os princípios constitucionais, quer sejam legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.  Com todo respeito, se não pudermos trazer à tona isso, falo em nome de uma grande maioria da sociedade americanense, não sei pra quê votarmos nas futuras eleições.

FOR??A DA REDE– Trazemos pontos de vistas diferenciados da parte social, cultural e finalmente política, tão necessários hoje, frente a tantos acontecimentos que vem ocorrendo em nossa cidade e muito pouco discutidos pelos munícipes.Ao contestar um discurso, da mesma forma como fazem esses discursos chegar até nós ??? via internet ??? na verdade ???entregamos de bandeja??? a oportunidade para que possam mostrar à sociedade as intenções e obstáculos, se existentes. Canso-me de visitar os gabinetes na Câmara Municipal para conversar pessoalmente e em algumas situações, nem recebida fui.
RIGOR DA LEI – E para colhermos frutos prósperos através da política atual, além de considerarem as razões dos munícipes, que usassem: a) da legalidade para instituírem leis que de fato fossem fiscalizadas; b) da impessoalidade ao não promoverem pessoas de confiança para qualquer cargo, a menos que estes tivessem habilitação profissional específica; c) da moralidade para não ter que decidir somente entre o legal e o ilegal, o justo e o injusto, o conveniente e o inconveniente, o oportuno e o inoportuno, mas também entre o honesto e o desonesto; d) da publicidade para que tenhamos acesso rápido e sem burocracia de todos os atos; e) e que todo agente público (lê-se aqui, político) deve realizar suas atribuições com presteza, perfeição e rendimento funcional de acordo com a eficiência tão aguardada por nós todos.

MÁGICA- Fato é, existe extrema dificuldade para que possamos conceituar ???a fórmula mágica??? para a resolução dos problemas em Americana (ou Brasil), contudo, respeitar as pessoas em seus momentos de vulnerabilidade (saúde, educação e emprego), seria um bom começo.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE