NO: Ver. quer crachá e chip em escolas

Contribuir para a redução da evasão nas escolas municipais é o intuito principal do Sistema Eletrônico de Controle de Acesso, defendido pelo vereador Celso Gomes dos Reis Aprigio, o Celso Concrenova (PSDB). Esta semana o líder da bancada tucana no Legislativo teve aprovado requerimento solicitando a implantação do sistema para controlar a entrada e saída dos alunos da Rede Municipal de Ensino.

O modelo, que está em fase de implantação na cidade de Foz do Iguaçu/PR, prevê que cada aluno recebe um crachá, com seus dados pessoais e o número do telefone celular do pai, mãe ou responsável. Quando o estudante entra pelo portão da unidade de ensino o sistema capta a informação, que é armazenada em um chip, registrando também quando o aluno sair do local.

Os pais ou responsáveis recebem instantaneamente as mensagens via celular com os respectivos horários de entrada e saída dos filhos. Entretanto, o sistema não impede que cada professor faça a tradicional chamada oral dos alunos, evitando assim que alguém possa trocar o crachá com outro colega. De acordo com o requerimento, a cidade paranaense instala o sistema nas escolas municipais ao custo estimado de R$ 70 mil por unidade.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE