NO: Ver.a cobra mais eficiência na remoção de fios soltos

A existência de fios de telefonia soltos pelas ruas de Nova Odessa motivou o requerimento feito pela vereadora Márcia Rebeschini (PV), solicitando que a prefeitura adote as devidas providências para fiscalização, notificação e multa das empresas responsáveis pelos serviços no município.

De acordo com Márcia, constantemente moradores reclamam que, após manutenções, os fios ficam soltos ou são amarrados em postes e árvores pelas ruas da cidade, causando risco de acidentes para pedestres, ciclistas e motociclistas, principalmente.

“É preciso que as empresas sejam mais eficientes na solução desses problemas. Temos uma questão estética na cidade, que fica feia com esses fios soltos, mas a preocupação ainda maior é com o risco que esses fios causam para pedestres, ciclistas e motociclistas, que podem ter ferimentos graves em casos de acidentes”, afirmou Márcia.

Existe regulamentação municipal sobre o assunto. A Lei 3.066/2016 e a norma técnica NBR 15.688 regulamentam esse tipo de prestação de serviços e estabelece as responsabilidades sobre o cabeamento e fiação.

“Em alguns casos, os cabos são atingidos e danificados (rompidos) por caminhões de grande porte que enroscam na fiação”, traz o texto do requerimento.

A legislação estabelece que são obrigações dos detentores e ocupantes de concessão, permissão ou autorização de serviço de distribuição de energia elétrica ou de serviço telecomunicações “realizar o alinhamento e retirada dos fios que estiverem fora de operações nos postes”. Também estabelece que cabe ao prefeito, por meio de decreto, regulamentar o processo de fiscalização, a notificação, a aplicação das penalidades e demais procedimentos necessários a fiel execução desta lei.

Márcia questiona se a lei municipal está sendo aplicada na prática, se o prefeito regulamentou o processo de fiscalização, notificação e aplicação das penalidades e questiona também quantas penalidades já foram aplicadas com base nessa lei.

O requerimento foi aprovado na sessão da última segunda-feira. Pela relevância do assunto, que afeta a rotina dos moradores da cidade, os demais vereadores subscreveram o documento, que seguiu para manifestação do prefeito. A prefeitura tem prazo até dia 02 de março para prestar os esclarecimentos solicitados.

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE