NO: TJ mantém lei que proíbe inauguração de obras incompletas

O ??rgão Especial do TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) julgou constitucional a Lei Municipal nº 3.268, de 2 de maio de 2019, que veda a inauguração de obras públicas incompletas em Nova Odessa. Desembargadores decidiram nesta quarta-feira (dia 11) que é improcedente a Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) movida pela Prefeitura contra a legislação origina da de projeto do vereador Antônio Alves Teixeira, o Professor Antônio (PT).
A Câmara havia aprovado o projeto e depois derrubou o veto apresentado pelo Poder Executivo, que ingressou em agosto com uma Adin e o Tribunal de Justiça concedeu liminar (decisão provisória) para suspender os efeitos da lei. E nesta semana, os desembargadores do ??rgão Especial decidiram por maioria dos votos ??? 14 a 11 ??? a improcedência da ação movida pela Prefeitura novaodessense.
A ação judicial da Prefeitura pretendia anular os efeitos do artigo 2º, inciso III, que impedia de entrar em funcionamento as obras públicas que não tivessem o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros). A lei impede a entrega oficial, com solenidade para esse fim, das obras que não tenham quantidade mínima de profissionais e materiais necessários para o funcionamento imediato pleno.
????? uma vitória da sensatez. Não faz sentido permitir a promoção pessoal de gestores públicos, especialmente em anos e períodos eleitorais, com a inauguração de obras públicas incompletas. Além disso, gera despesas com a organização de eventos e gera expectativas falsas na população???, afirma o Professor Antônio. Ainda cabe recurso da Prefeitura de Nova Odessa ao STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE