NO: Site para aluno estudar em casa é modelo nacional

Em reportagens publicadas em dois dos maiores portais de notícias do Brasil, o site ‘Aprender em Casa’ foi citado como modelo nacional na elaboração de plano de estudos para crianças no período de quarentena para enfrentamento do novo coronavírus. A plataforma digital foi desenvolvida pela Secretaria de Educação de Nova Odessa, sem custos ao município, para possibilitar que alunos da rede municipal estudem em casa.

A matéria “Como montar um plano de estudos para as crianças que seja adequado à rotina de isolamento por causa do coronavírus?” foi destaque no ‘Globo.com’, na manhã desta quinta-feira (26). Com chamada em espaço nobre da ‘home page’ (página inicial), a publicação traz a estudante Maria Clara, 9, aluna da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) ‘Professora Almerinda Delegá Delben’ como referência do texto que reúne orientações de especialistas sobre como organizar a vida estudantil dos filhos em casa.

A reportagem também foi destacada na capa do ‘G1’, outro portal do Grupo Globo. O trabalho é um dos conteúdos da editoria ‘Vida em Casa’, criada para apresentar sugestões de formas de driblar as dificuldades de adaptação ao período de isolamento. O texto foi alocado na subeditoria ‘Aulas e Atividades’, que traz cursos para aproveitar produtivamente o tempo dentro de casa e exercícios para se manter em forma.

A secretária de Educação do município, Claudicir Brazilino Picolo, acredita que a avaliação positiva do ‘Aprender em Casa’ por pais, alunos e especialistas se deve à receita caseira adotada para criar um ambiente que permita a interação entre estudantes e professores. “A ideia foi construir uma plataforma de trabalho simplificada, autodidática e autoexplicativa, para que que qualquer família que tenha um computador, tablet ou celular possa usá-la sem que os pais precisem ficar acompanhando o tempo todo”, afirmou Claudicir.

A secretária explica que a plataforma foi resultado de um exercício de criatividade para suprir a necessidade de pais e alunos no período de quarentena e crise financeira, sem gerar despesa aos cofres públicos. “Não podemos assistir a esse prejuízo das aulas, que é necessário por conta do novo coronavírus, sem ampararmos crianças e famílias. Pensamos numa plataforma muito simples, caseira e sem gastos, uma vez que, nesse momento, é importante que os recursos municipais, que não são muitos, sejam canalizados à estrutura necessária ao tratamento das pessoas e combate à pandemia”, comentou a secretária.

A diretora de Gestão Pedagógica e Educação Especial da Secretaria de Educação, ??rika Sanches, destacou a participação de profissionais da Educação na construção e alimentação da plataforma. A página foi desenvolvida na plataforma gratuita Google e recebe atualização diária. “Os professores estão bastante empolgados, enviando um grande leque de atividades para alimentação do site. O fato de estar construindo esse material com nossos educadores é muito importante, porque os aproxima dos alunos com os quais eles convivem o ano todo”, observou a diretora pedagógica.

??rika ressalta que o site possui atividades relacionadas à higiene e prevenção ao coronavírus, além de conteúdos educacionais de cada série e atividades para distração da primeiríssima infância [de 0 a 3 anos], uma vez que as creches também estão fechadas. “Um dos objetivos do ‘Aprender em Casa’ é manter a rotina de estudo das nossas crianças, mesmo nesse momento delicado. Por isso, é importante que, diariamente, os alunos estabeleçam um horário e dediquem um tempo para acessar o site e realizar as atividades sugeridas. A dedicação aos estudos nesse momento de quarentena é uma forma saudável de utilização do tempo”, reforçou a diretora de Gestão Pedagógica.

O assessor de tecnologia da secretaria, Danilo Miranda, enfatiza a preocupação em criar um ambiente de fácil acesso e navegação amigável. “Criamos uma plataforma totalmente responsiva, que se adapta a dispositivos de tamanhos diferentes, como computadores, tablets e celulares, que fazem parte do cotidiano das famílias”, explicou Miranda, responsável pelo desenvolvimento técnico do site.

A plataforma digital pode ser acessada na página oficial da Prefeitura na internet (www.novaodessa.sp.gov.br). Basta clicar em ‘Aprender em Casa’, no canto superior esquerdo. O site tem exercícios em disciplinas como matemática e língua portuguesa, sugestões de leitura, brincadeiras para fazer em casa, jogos pedagógicos e vídeos com contação de histórias gravados por educadores da rede municipal de ensino. As atividades são organizadas por fase e ano escolar dos alunos.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE