NO realiza dia ‘D’ contra dengue nesta 5ª

A Vigilância em Saúde de Nova Odessa realiza nesta quinta-feira, dia 15, o “Dia D” contra a dengue na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Salime Abdo, no Jardim Alvorada. O evento marcará o encerramento da programação de 2015 da campanha “Dengue, nem vem que não tem”, junto aos alunos da rede pública de educação. Durante todo o dia, serão realizadas atividades sobre o tema.

Cerca de 600 crianças do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental da Emef Salime Abdo devem participar das atividades. Durante todo o dia serão realizadas atividades como jogos lúdicos e exibição de filme sobre o combate à dengue. Os alunos também receberão uma cartilha com orientações sobre o mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.
A Campanha “Dengue, nem vem que não tem” foi lançada no início do ano com objetivo de conscientizar a população sobre como evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti. Uma kombi adaptada com laboratório onde é possível ver as diferentes fases de evolução do Aedes aegypti percorreu escolas públicas, particulares e estaduais de Nova Odessa, além de entidades e empresas. 
ARRAST??O ??? A Prefeitura de Nova Odessa tem realizado durante todo o ano uma série de ações de combate à dengue. Em virtude das altas temperaturas registradas nos últimos meses, a Vigilância em Saúde antecipou o calendário e iniciou no dia 1º os arrastões para recolhimento de possíveis criadouros do mosquito.
No último sábado, por conta do mau tempo, o arrastão que seria realizado nos bairros São Jorge e São Francisco foi cancelado. Encarregado da Vigilância Ambiental, Leôncio Neves Ferreira afirmou que a ação será realizada neste sábado, dia 17. “Quando chove, infelizmente temos que adiar o arrastão pois fica mais difícil a retirada dos possíveis criadouros”, disse. “Nossa expectativa é passar nos dois bairros no próximo sábado, mas apenas se não chover”, disse
No mutirão, funcionários da Vigilância em Saúde entram nos imóveis para recolher possíveis criadouros do Aedes aegypti e também dão orientações aos moradores sobre a doença. Vale ressaltar que todos os funcionários estarão devidamente uniformizados e identificados com crachás.
SAIBA MAIS – O mosquito da dengue se reproduz em água parada e a prevenção da doença está diretamente ligada à conscientização. A população pode contribuir diariamente através da eliminação adequada de vasilhames, garrafas, pratos de vasos de plantas e bromélias, que podem armazenar água limpa e parada, e mantendo fechadas caixas d’água e outros recipientes.
Também podem servir como criadouros da larva do Aedes aegypti locais como caixas de isopor, caixas de leite, garrafas de todos os tipos, latas, sacolas plásticas, vidros de remédios, baldes, vasos sanitários, box de banheiro, motor de geladeira (antigas), galões de água, calhas, entre outros.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE