NO: Pref. recolhe 3 caminhões de criadouros em arrastão

Agentes de combate à dengue e funcionários da Diretoria de Parques e Jardins da Prefeitura de Nova Odessa recolheram três caminhões de possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti no último sábado (8), durante arrastão preventivo no bairro Residencial Triunfo. A ação foi coordenada pelo Setor de Zoonoses, vinculado à Secretaria de Saúde.

De acordo com a coordenadora do setor, a veterinária Paula Faciulli, foram vistoriadas 283 moradias. Dez casas estavam fechadas. Nenhuma larva do transmissor de doenças como dengue, febre amarela e chikungunya foi encontrada nos imóveis visitados.

“Entre os objetos recolhidos, o que mais chamou a nossa atenção foi a quantidade de brinquedos quebrados jogados nos quintais, sem uso. Muitos deles, como baldinhos e carrinhos, acumulam água e podem virar criadouros”, afirmou a veterinária. Segundo ela, também foram recolhidos móveis, vasos sanitários, pratinhos de plantas e pneus.

Para o secretário de Saúde, Vanderlei Cocato, a ação reforça a necessidade de operações frequentes no município. “Mais uma vez, conseguimos neutralizar potenciais criadouros do Aedes e ajudar moradores a manterem seus quintais limpos e seguros. Seguiremos com os arrastões, de segunda a sábado, em todas as regiões da cidade”, avaliou Cocato.

Os próximos arrastões aos sábados estão marcados para os dias 7, no bairro Mathilde Berzin, e 14 de março, no Jardim Eneides. No entanto, a programação pode mudar, caso sejam confirmados novos casos de dengue em outras regiões. “Quando registramos um caso positivo, damos preferência para fazer o bairro do doente”, concluiu o secretário.

SITUA????O SOB CONTROLE. Levantamento divulgado na sexta-feira (7), pela Secretaria de Saúde, apontou que o Índice de Breteau medido no mês passado em Nova Odessa foi de 0,5. O indicador é usado para aferir o nível de infestação do mosquito. Os índices entre 1 e 3,9 significam sinal de alerta, enquanto superiores a 4, risco de surto. O município registrou três casos de dengue em 2020.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE