NO pede que mães levem filhas para vacinar contra HPV

Em Nova Odessa, desde o início da campanha de vacinação contra o HPV, no dia 10 de março, um total 580 meninas de 10 a 13 anos já foram vacinadas.Segundo dados da Vigilância Epidemiológica de Nova Odessa, foram vacinadas 10 meninas de 10 anos,179 de 11 anos, sendo que 176 receberam a primeira dose e três a segunda,186 de 12 anos, com 185 recebendo a primeira dose e uma tomando a segunda e 185 de 13 anos, sendo que 184 receberam a primeira dose e uma recebeu a segunda.???O total de adolescentes vacinadas corresponde a 47,15% das meninas com essa faixa etária que aparece no IBGE???, declarou a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Marinilze Giubbina.O papiloma humano é um vírus que afeta pele e mucosas e possui mais de 100 variações. Apesar de alguns tipos serem responsáveis por lesões menores, outros são extremamente perigosos. ?? o caso dos tipos 16 e 18, que segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde) são responsáveis por 70% dos canceres de colo de útero, que é o segundo tipo de câncer mais comum em mulheres, com estimados 533 casos todo ano. Anualmente, 2.700 mulheres por ano morrem de câncer de colo de útero.Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), o câncer de colo de útero é terceiro tumor mais frequente na população feminina, sendo a quarta causa de mortes de mulheres no Brasil. O HPV pode ser transmitido através de objetos contaminantes e da mãe infectada para o feto ainda durante a gestação, mas principalmente através do ato sexual. De acordo com os registros da OMS, 291 milhões de mulheres no mundo são portadoras do vírus e 32% delas têm os tipos 16 ou 18. O tratamento pode ser feito com remédios, cauterização ou cirurgias ??? dependendo do estágio da doença.A campanha de vacinação acontece até dia 10 de abril e é voltada para os quatro tipos do vírus: 6 e 11, que são de baixo risco e 16 e 18, que são de alto risco para a manifestação do câncer de colo de útero. Segundo o Ministério da Saúde, a vacina é voltada para garotas de 11 a 13 anos pois é mais eficaz e as meninas dessa idade, em geral, não têm uma vida sexual ativa, o que faz com que a vacina sirva de precaução. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), existem 1.235 meninas na faixa de idade de 11 a 13 anos em Nova Odessa. O dia D da vacinação em Nova Odessa aconteceu em todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) no último sábado, dia 22 de março.???Dia 10 de abril já está chegando, a campanha está acabando e muita gente não levou as filhas para serem vacinadas. ?? importante que todas as mães levem suas filhas para receber a vacina, pois o HPV é muito perigoso e pode causar o câncer de colo de útero???, alertou a diretora de Atenção Básica, Adriana Welsh Ferraz.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE