NO: Natação e dominó garantem ouro para no Jori 2019

A delegação da Melhor Idade de Nova Odessa conquistou seis medalhas no total, durante sua participação na 23º edição do Jori (Jogos Regionais do Idoso), que terminou neste último domingo (19) em São João da Boa Vista. Foram três ouros na natação e dominó feminino, além de três bronzes no dominó masculino e mais uma vez na natação.
As meninas do dominó, Iracema dos Santos e Maria Oliveira Souza, foram as primeiras a garantir um ouro. O dominó masculino, representado por Antônio Araújo e José Ildefonso Nascimento, não desanimaram com uma derrota nas semifinais e foram animados para disputa do 3º lugar. A animação valeu a pena e eles trouxeram o bronze, “com gosto de ouro”.
A natação novaodessense conquistou o maior número de medalhas. Foram quatro conquistas em três categorias. O atleta mais velho da delegação, Sebastião Guimarães, no auge dos seus 96 anos, conquistou o ouro no nado livre. Foi aplaudido em pé e ovacionado por toda a torcida. Na categoria E, o nadador Roque Pereira Rodrigues, também fez muito bonito. Ele conquistou duas medalhas: foi ouro no nado costas e bronze no nado livre. Na categoria B, nado costas, o nadador José Tadeu, ficou com o bronze.
A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Andréa Souza, é uma incentivadora dos atletas da Melhor Idade e enxerga neles a determinação e força de vontade que são fatores primordiais para enfrentar os desafios impostos durante o Jori. “Tenho muito orgulho dos nossos atletas, eles são vencedores por se proporem a participar desta competição. O nível de dificuldade aumenta a cada ano, mas eles estão sempre determinados em treinarem mais para melhorarem a cada ano. Minha gratidão a cada um dos 56 atletas que aceitaram o desafio e representaram muito bem a nossa cidade. Á vocês meu respeito e admiração, vocês todos são medalha de ouro”, disse Andréa.
DELEGA????O. A delegação novaodessense composta por 56 atletas contou com a coordenação da professora de Educação Física do Clube da Melhor Idade, Carine Piveta e apoio dos professores da Secretaria de Esportes, Lazer, Cultura e Turismo, Roger Prado, Ramiro Tomaz, Enéas de Carvalho, Mauro Pereira, Joel do Prado e Rafael Padovani, que, espontaneamente, acabou se tornando o chefe da delegação.
Para o secretário de Esportes, Levi Tosta, o trabalho da diretora do Clube da Melhor Idade, Cristiane Mareschi e da assessora Adriana Menezes, também foi fundamental para o sucesso da participação novaodessense. Ainda para ele, mais importante do que as medalhas conquistadas, foram às vivências e trocas de experiências nesses dias que passaram juntos. “Na minha opinião, nossa delegação foi campeã! Eles se dedicaram, torceram e vibraram a cada conquista. Nossas medalhas foram consequências de muita dedicação e treino. Tenho certeza que mais do que vencer, o importante foi superar obstáculos e cumprir a tabela de jogos nesses dias. Todos os participantes dos 42 municípios merecem os meus parabéns”, comentou.

A 23° edição do Jori contou com a participação de 2.342 atletas, de 42 municípios, Nova Odessa ficou em 19º lugar, competindo nas modalidades feminino e masculino de atletismo, buraco, dominó, natação, tênis de mesa, voleibol, além de bocha, coreografia e truco na categoria misto.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE