NO: Contas 2011, IPTU, cachorro e Roberto Carlos

A Ordem do Dia foi prejudicada na sessão desta segunda-feira, 7, em Nova Odessa. O primeiro item da pauta (projeto de decreto que aprova as contas de 2011 da prefeitura) tingiu o limite do prazo regimental e teve acatado novo pedido de vistas, solicitado por José Pereira (PPS). Por conta disso, as demais proposituras ficam travadas e só devem ser votadas quando esse decreto citado for votado.
 
IPTU – Os vereadores professor Antonio (PT) e Leitinho (PDT) apresentaram dois requerimentos solicitando informações sobre o novo enquadramento por setorização dos imóveis. Ambos foram rejeitados pela base do prefeito. Leitinho disse que vai entrar com uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) pois o projeto de lei entrou na Casa como Lei Ordinária, mas deveria ser Lei Complementar, por alterar valores tributários.
 
CACHORRO – Durante discussão de um requerimento solicitando a convocação do contador da Prefeitura para falar sobre as alterações no PPA 2014/2017, José Pereira disse que Leitinho deveria ter aproveitado a recente audiência pública para tirar as dúvidas.  Na resposta, o pedetista disse que esteve presente. Embalado, Leitinho disse que veio de madrugada direto do trabalho (ele é funcionário do DAE Sumaré) e dormiu no estacionamento da Câmara para acompanhar a audiência que aconteceria logo cedo, tanto que até estava acompanhado de um cachorro e que o animal esteve em seu gabinete. José Pereira aproveitou a oportunidade para cutucar a atitude do parlamentar. “Espero que ele esteja vacinado”, disse.

ROBERTO CARLOS – José Pereira teve aprovado questionamento a arrecadação do ISSQN oriunda das apresentações do cantor Roberto Carlos no Expoamérica. O pepessista disse que está “bastante irritado com a forma como eles não falaram que o evento foi em Nova Odessa”. Ele ainda falou que gostaria que nas próximas propagandas constassem o nome da cidade e lembrou que o novo valor da multa para propagandas de eventos no perímetro do município que não façam referência à Nova Odessa é de R$ 50 mil.
 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE