Edit

NO capacita vacinadores e estuda ampliação do horário de imunização

Um grupo de 17 profissionais da área de Saúde, composto por enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, concluiu na última sexta-feira (26) a parte teórica do curso de imunização. Com foco no Calendário Nacional de Vacinação, a iniciativa coordenada pela Vigilância Epidemiológica e pela Atenção Básica, órgãos vinculados à Secretaria de Saúde, visa a ampliação da oferta do serviço na cidade e a melhoria no atendimento à população.

De acordo com a enfermeira Paula Mestriner, coordenadora da Vigilância Epidemiológica, o curso foi realizado nas duas últimas sextas feiras – 19 e 26 de julho – na UBS (Unidade Básica de Saúde) 3, que funciona provisoriamente no Jardim Alvorada.

???Discutimos o calendário de vacinação e todas as rotinas relacionadas à imunização, desde o acolhimento na sala, a identificação do imunobiológico [vacina] correto ao registro do paciente e às orientações gerais sobre eventuais reações???, explica Paula Mestriner, responsável pelas aulas.

Além de servidores recém-contratados, o curso contou com a participação de profissionais que já atuam na Saúde. Desta forma, a ação também teve caráter de ???reciclagem???. ???A última vez que organizamos uma capacitação como essa foi em 2016. O calendário muda muito e a composição dos imunobiológicos também. Por isso, a atualização constante dos profissionais é fundamental???, afirma a coordenadora.

Com a capacitação de novos vacinadores – que agora partem para a parte prática, sempre acompanhados por um profissional experiente -, a Secretaria de Saúde pretende dobrar o número de especialistas em imunização na rede – atualmente, são cinco.

???A intenção é que é que tenhamos dois profissionais em cada uma das cinco UBS (unidades básicas de saúde) do município. Assim, teremos condições de oferecer o serviço também no horário de almoço, ampliando o horário de vacinação em uma hora por dia???, justifica a enfermeira Regina Mendes da Silva, coordenadora da Atenção Básica.

O secretário de Saúde, Vanderlei Cocato, acredita que a formação de vacinadores permitirá um salto de qualidade na humanização e na prestação do serviço. ????? o primeiro passo para a Atenção Básica dar um suporte ainda maior para a população???, avalia Cocato.

A rede municipal de Saúde de Nova Odessa oferece gratuitamente, por meio do SUS (Sistema ??nico de Saúde), 16 vacinas diferentes, conforme o Calendário Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde. A maioria delas para crianças de zero a 9 anos. O atendimento ocorre de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 12h e das 13h às 15h30.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE