NO: Barilon sugere iPad como leitor de livros a deficientes visuais

O presidente da CM, vereador Vagner Barilon (PSDB), quer que a Biblioteca de Nova Odessa disponha de equipamento com aplicativo capaz de permitir que pessoas com deficiência visual tenham acesso à leitura de livros eletrônicos (e-books).

Um dos dispositivos é o tablet iPad, da Apple, que com os recursos incorporados por meio do aplicativo chamado VoiceOver – um sintetizador de voz que lê frases escritas na tela e aciona comandos – facilita e dá acesso aos deficientes visuais às funcionalidades do aparelho.
Barilon teve conhecimento da última versão do aplicativo Kindle (um leitor de livros eletrônicos) para uso no iPad, que faz uso dos recursos do sintetizador de voz para a leitura de e-books. Atualmente são mais de 1,9 milhão de obras disponíveis eletronicamente.
Segundo Barilon, o custo do aparelho não é tão elevado para o Poder Público, podendo armazenar mais de 1.000 obras literárias, a serem ‘baixadas’ e utilizadas gratuitamente. Fazem parte do acervo autores como Machado de Assis, Eça de Queiroz, Camilo Castelo Branco, Ziraldo e Sun Tzu.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE