NO amplia ações contra o mosquito da dengue

A Prefeitura de Nova Odessa, através do setor de Zoonoses, está realizando campanhas de recolhimento de criadouros, conscientização da população e nebulização em bairros onde estão sendo confirmados casos de dengue. Apesar dos esforços intensificados desde o início do ano, o número de casos confirmados da doença em 2014 chegou a 101. A responsável pelo setor, Paula Faciulli, pede novamente a colaboração da população na eliminação de possíveis criadouros do mosquito transmissor, o Aedes aegypti.
???Estamos trabalhando todos os dias com o recolhimento de criadouros e com o trabalho de nebulização onde temos casos confirmados. Mas o esforço da Vigilância não será suficiente se a população não colaborar. ?? importante saber que, mesmo pequenos recipientes, podem acumular água parada e isso vira um criadouro para o mosquito???, alertou Paula.Neste fim de semana, as equipes realizarão os trabalhos de nebulização nos bairros Bela Vista, Santa Rosa e Residencial Klavin.De acordo com Paula, o procedimento de nebulização tem a função de matar apenas o mosquito adulto, mas não funciona nas larvas. O Aedes aegypti, diferente de outros mosquitos, tem hábito caseiro e se esconde nos ambientes fechados. A nebulização é eficiente no extermínio do mosquito adulto. ???Por isso é tão importante que as pessoas colaborem e evitem os criadouros de larvas???, completou.A Vigilância alerta ainda que, caso sejam encontradas larvas do mosquito transmissor, o proprietário do imóvel poderá ser multado, de acordo com a lei 2.248, de 12 de novembro de 2007.A lei prevê que caso sejam encontradas larvas do mosquito transmissor da dengue, o responsável pelo imóvel ficará sujeito a penalidades que variam de advertência a multa na reincidência, com valor de até dez Ufesps ??? hoje cerca de R$ 201,40.A mesma lei ainda prevê que caso o responsável pelo imóvel não permita o ingresso da autoridade competente, ser-lhe-á aplicada multa no valor de dez Ufesps.
DEN??NCIAS ??? Os munícipes que identificarem possíveis criadouros em terrenos também devem comunicar o setor de Zoonoses da prefeitura, pessoalmente na Diretoria de Vigilância em Saúde, que funciona na Rua Independência, nº 581, no Centro, ou através do telefone de segunda à quinta-feira, das 8h às 17h e de sexta-feira das 7h às 16h.
Confira outras dicas para evitar a dengue:
– O lixo deve ser mantido em recipiente fechado;- Não descarte o lixo ou qualquer outro material que possa acumular água no quintal de casa, no quintal de vizinhos, na rua ou em terrenos vazios;- Mantenha a caixa d???água sempre limpa e totalmente tampada;- Mantenha as calhas livres de entupimentos para evitar represamento de água;- Elimine os pratos de vasos de plantas; caso não seja possível mantenha-os limpos e escovados pelo menos três vezes ao dia;- Mantenha limpos e escovados os bebedouros de animais domésticos; a água deve ser trocada diariamente;- Mantenha piscinas sempre em uso e devidamente tratadas;
SINTOMAS – Os munícipes que sentirem sintomas da dengue devem procurar a UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima da residência. Entre os sintomas estão: febre, dor muscular, dor nas articulações, indisposição geral, falta de apetite, manchas vermelhas na pele, diarreia, vômito e dor no fundo dos olhos. Após contaminação através da picada do mosquito Aedes aegypti, os sintomas costumam aparecer entre 5 e 10 dias.
A orientação da Secretaria de Saúde é que os pacientes dêem prioridade pelo atendimento nas UBSs, e que procurem pelo pronto-socorro apenas em casos de urgência ou durante a noite.
· UBS 1: Avenida Carlos Botelho, nº 3 ??? Centro· UBS 2: Rua São Paulo, nº 65 ??? Jardim São Jorge· UBS 3: Rua Sigesmundo Anderman, nº 731 ??? Jardim São Manoel· UBS 4: Rua 6, nº 65 ??? Jardim São Francisco· UBS 5: Rua das Imbuias, nº 65 ??? Jardim Alvorada· Hospital e Maternidade Municipal: Rua Aristides Bassora nº 301 ??? Bosque dos Cedros

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE