Neymar: que polêmica foi essa com o poker?

O caso aconteceu há alguns dias, quando o Paris Saint Germain venceu o campeonato da França de forma incrível, batendo precisamente seu rival Mônaco no jogo decisivo, e logo por 7-1. Neymar, se recuperando no Brasil depois da cirurgia ao quinto metatarso, acompanhou a partida à distância.
O problema apareceu depois da publicação que Neymar fez em seu Instagram, onde revelou que estava jogando poker online enquanto via seus companheiros de equipe aplicando a maior humilhação de sempre sobre o Mônaco. 
No mais, quando o jogo terminou ele felicitou imediatamente seus companheiros pela vitória alcançada ??? uma vitória que também é dele, claro, que também virou campeão da França no processo. Mas muitos consideraram que ver o jogo e ao mesmo tempo jogar poker foi algo como uma falta de respeito para com seu time.
Fortes críticas de DugarrryChristophe Dugarry, antigo internacional francês, campeão do Mundo e da Europa, lançou críticas fortíssimas ao jogador brasileiro. O problema não é tanto se Neymar estava jogando poker, fazendo apostas esportivas ou jogando videogames. Dugarry foi mais longe e declarou que o fato de ele não estar perto dos colegas no momento da vitória impede que ele seja considerado um líder. Para mais, para quem tem o estatuto de jogador mais caro da história do futebol, com seu negócio de 222 milhões de euros (cerca de R$930.000.000) efetuado no último verão. 
Para Dugarry, ter seu pai representando ele no jogo de Paris não chega, e é como se estivesse cuspindo no clube.  Ele vai ainda mais longe, afirmando que se Neymar estivesse no Barcelona ou no Real Madrid não teria voltado para o Brasil para se recuperar de sua lesão; que é esse tipo de mentalidade que está atrasando as equipas francesas nas competições europeias; e que o PSG não conseguirá vencer a Champions League desse jeito.
Caso único ou novos critérios de comportamento?Dugarry tem 46 anos, mais vinte que Neymar. Será uma diferença de opinião ou algo mais que isso, uma diferença de gerações e de atitudes? A verdade é que o comportamento de Neymar, tanto fora de campo (no geral) como aquilo que, particularmente, faz nas redes sociais está de acordo com o de muita juventude, mostrando uma nova tendência, muito baseada em se mostrar e compartilhar sua imagem. Será o comportamento de Neymar tão diferente de muitos jovens de sua idade e mais jovens?
Por outro lado, Neymar não é o único ídolo de sua geração. E se você comparar com os dois ???monstros??? que ele vem prometendo destronar, que são Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, dá para pensar: será que eles ficariam ausentes de um momento importante para seu time como esse, de poder conquistar o campeonato, para mais jogando contra um rival direto? Mesmo que jogassem em outros clubes que não Barcelona ou Real Madrid?

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE