Natal sem água em Sumaré

O DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Sumaré está com dificuldades
para captar água bruta nas represas que abastecem a região central do
município, devido estarem com nível abaixo do normal e, portanto, com
concentração de materiais solúveis muito acima do normal, assim como no
Rio
Atibaia, que abastece as regiões do Maria Antonia, Nova Veneza e Matão. 
No último sábado, dia 20 de dezembro, houve uma queda de energia por 5
horas, prejudicando ainda mais a captação de água no Rio Atibaia.
Devido a dificuldade no tratamento da água bruta, e qualidade ruim
disponível, podem ocorrer eventuais paralisações na captação, tratamento e
distribuição de água tratada tanto na ETA 1 (Centro), ETA 2(Parque Itália)
e Sabesp, até que o volume disponível aumente novamente e os poluentes se
dissolvam. 
Estas interrupções são pontuais, breves e imprevisíveis.
Aos moradores do CDHU (divisa com Hortolândia e Campinas), após cada
período de limitação (que, como explicado acima, não se trata de
racionamento e podem ocorrer a qualquer momento), a probabilidade é que a
água saia momentaneamente sem pressão ou falte em alguns períodos.
O DAE informa que devido a esta falta de energia no final de semana na
Captação Atibaia e o rompimento de adutora na área central, o
abastecimento
ficou ainda mais prejudicado à população, e pode perdurar por mais alguns
dias, até o problema ser solucionado. 
Mas, garante que a equipe técnica
continua nos locais trabalhando sem interrupção.
A direção da autarquia reforça assim, mais uma vez, o apelo para que a
comunidade utilize a água tratada com moderação e máxima economia e, uma
vez que o tratamento retorne, as partes mais baixas se conscientizem para
que as mais altas dos bairros, não sejam ainda mais prejudicadas no
abastecimento.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE