Na defesa, vereador acusa “fábrica de denúncias” contra Bill

Líder do governo na Câmara Municipal, o vereador Élvis Ricardo Garcia, o Pelé (PSDB), atacou nesta sexta-feira (17) o que ele chama de “fábrica de denúncias” contra o prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza (PSDB) no caso da internação do pastor Divair Moreira. O parlamentar aponta a existência de um grupo político responsável pela montagem das representações que pedem a cassação do chefe do Poder Executivo e a captação de “laranjas” para assiná-las.

A declaração foi feita após Pelé analisar a denúncia apresentada, em outubro do ano passado, pelo ex-vereador Nivaldo Luis Rodrigues – que já se declarou pré-candidato a prefeito – e o documento protocolado nesta semana pelo pastor Aparecido Siqueira. Os documentos, frisa Pelé, além de pedir a perda de mandato pelo mesmo motivo, são “idênticos”.

“Se existe algum crime neste documento, é o crime de plágio, já que um documento é exatamente igual ao outro, em ponto e vírgula. Fiz questão de analisar linha por linha. Ao menos, trocaram o nome do ‘denunciante’. Isso deixa claro que existe uma mesma pessoa montando essas representações contra o prefeito Bill e captando laranjas para assiná-las”, afirmou Pelé. “Uma verdadeira fábrica de denúncias e representações, linha de montagem mesmo”, completou.

Pelé afirma que tentam imputar ao prefeito “uma culpa que ele não tem”. “O Bill nem mesmo na cidade estava quando o pastor Divair Moreira foi internado. Tentam atribuir ao prefeito atos do qual ele não tem culpa. E, mesmo assim, em respeito à memória do Divair, o prefeito pagou do próprio bolso todos os valores que foram dispensados pela prefeitura à época”, defende.

“O que temos aqui, outra vez, é uma questão política envolvida. Pessoas que, num dia protocolam a representação na Câmara, e no dia seguinte já se apresentam como pré-candidatos a prefeito. Foi assim com o Nivaldo e agora está sendo assim com esse pastor, que já se apresenta pelos quatro cantos como pré-candidato a prefeito pelo PMN”, explica o vereador.

“E o que mudou na ação que já tramita na Justiça entre uma representação e outra? Nada, absolutamente nada! A não ser o fato de que estamos mais perto das eleições. E, mais uma vez, desrespeitam a memória do pastor Divair Moreira e sua família”, emendou. A denúncia anterior, inclusive, foi rejeitada por 5 votos a 3 pelos vereadores em plenário no ano passado.

PANDEMIA. Pelé diz ainda que o foco, tanto da Câmara como da Prefeitura, tem que continuar no enfrentamento à pandemia ao novo coronavírus. “Até quando nós, vereadores, vamos ficar perdendo tempo com uma questão explicitamente política? Um assunto que a Justiça já vem tratando. O que nós temos que continuar fazendo, assim como o prefeito Bill vem fazendo, é lutar para salvar o maior número possível de vidas em meio a essa grave pandemia de coronavírus. Esse é o pior momento possível para se fazer política”, disse o vereador.

“Eu tenho certeza de que a pessoa que montou essa representação para o Aparecido é do mesmo grupo político que montou a representação para o Nivaldo. O que mais precisamos neste momento é de união e por isso convoco todos os vereadores para, juntos, lutarmos por uma causa única: salvar vidas”, finalizou Pelé. A nova representação deve ser analisada pela Câmara e deliberada durante a sessão ordinária marcada para o dia 3 de agosto.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE