Edit

Na Alesp, deputados tentam emplacar CPI da Prevent Senior

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) poderá criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar denúncias contra a operadora de saúde Prevent Senior sobre práticas adotadas em pacientes diagnosticados com a Covid-19. O Projeto de Resolução 24/2021, do deputado Edmir Chedid (DEM) com outros 39 parlamentares, está em tramitação no Poder Legislativo.

A iniciativa, publicada no Diário Oficial, poderá receber emendas dos parlamentares. A intenção, segundo Edmir Chedid, é garantir que o Projeto de Resolução receba sugestões que possam efetivamente contribuir com as atividades da Comissão. “Esta proposta também será analisa pelas comissões permanentes antes de chegar à Ordem do Dia – votação final em Plenário”, afirmou.
Para ser aprovado, o Projeto de Resolução precisa do voto favorável de, no mínimo, 48 parlamentares – há 94 na Assembleia Legislativa. “A Prevent Senior possui a maior parte dos seus hospitais em São Paulo. Todas as denúncias contra a instituição são gravíssimas, o que nos motivou a defender a criação da Comissão Parlamentar de Inquérito aqui no Poder Legislativo”, complementou.
Caso seja aprovada, a CPI da Prevent Senior irá se somar às cinco comissões d inquérito criadas em 2021. “O Regimento Interno da Assembleia Legislativa de São Paulo permite cinco CPIs por ano. Uma sexta, no entanto, pode ser criada por meio de um projeto de resolução aprovado pelo Plenário, que é o caso desta CPI, que será formada nove parlamentes”, conclui Edmir Chedid.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE