Na Alemanha, castelo é vendido por um euro

O príncipe Ernst August von Hannover, 35 anos, dono
do palácio de Marienburg, construído no século 19, decidiu vender a sua
propriedade pelo valor simbólico de um euro. O motivo da venda foi o custo de
manutenção da propriedade. Por ano, o Hannover gastava mais de dois milhões de
euros para conservar o palácio.

Além disso, o castelo ainda precisa de uma grande
reforma para não se transformar em ruínas nos próximos anos. Segundo
estimativas, o valor do restauro será de cerca de 60 milhões de euros (R$ 264
milhões), fortuna que a dinastia Hannover não possui. Nos últimos anos, o
príncipe havia dado sinais que não manteria o estilo glamoroso dos antecessores.

Pela importância histórica, a venda do castelo
precisava ser autorizada pelo governo alemão. A negociação começou em 2011 e só
foi autorizada desde que fosse garantida a preservação do patrimônio. O
comprador do imóvel foi mantido em segredo e só revelado após o pagamento de um
euro pela venda.

A nova dona do Marienburg será a LIemak Inmobilien.
A empresa estatal será responsável pelo restauro e a criação de uma fundação
para administrar as 1,7 mil obras de arte do castelo. A única peça que
permanecerá com o príncipe será a coroa da Casa Real de Hannover, considerado o
item mais importante do acervo.

Construído em 1857, o castelo de Marienburg foi um
presente de aniversário do rei Georg V, último monarca do reino de Hannover,
para sua esposa Marie. Conforme pedido da amada, a propriedade foi projetada em
estilo gótico medieval. Com 135 quartos, o palácio foi decorado com obras de
artes saídas dos contos de fadas, como uma pintura da “Bela
Adormecida”.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE