Mulher vence batalha legal por sobrenome de 36 letras

Uma americana do Estado do Havaí, cujo sobrenome tem 36 letras e 19 sílabas, ganhou uma batalha jurídica para ter o nome completo impresso em seus documentos.

O nome completo da mulher, Janice Keihanaikukauakahihuliheekahaunaele, é tão longo que não cabia em suas carteiras de motorista e de identidade. Isso teria forçado os órgãos de expedição a imprimirem apenas o sobrenome, excluindo seu primeiro nome.
Ela conta que começou a campanha para que seu nome completo fosse impresso nos documentos depois de ser parada em uma blitz.
Mudança na leiO sobrenome adquirido por Janice quando se casou, em 1992, é tradicional do Havaí e tem origem polinésia. Depois de comunicar o incidente ao governo estadual, as autoridades anunciaram na última semana que Janice terá novas carteiras de motorista e identidade emitidas até o final deste ano.
Janice Keihanaikukauakahihuliheekahaunaele disse que seu sobrenome tem vários significados, entre os quais “aquele que ajuda as pessoas a se focar em uma direção quando há caos e confusão e os auxilia a emergir da desordem”.
da BBC.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE