Mulher atira em marido que não deixou ver whatsapp

O sargento da Polícia Militar, Marcelo Gonçalves da Silva, de 43 anos foi baleado na madrugada desta terça (31) pela própria esposa, Ozélia Francisca Amaral, 40, em Rondonópolis (a 218 km de Cuiabá), após discussão do casal por causa de mensagens de celular. 
De acordo com o boletim de ocorrência, Ozélia relatou aos policiais que estava no quarto com o sargento e eles começaram a discutir por motivo fútil. Disse que ela queria olhar as mensagens do celular do marido, mas ele não deixou. depois de muita insistência, o marido se zangou e disse que não aguentava mais as crises de ciúmes e que iria embora da casa. 
A mulher então teria subido na cama onde estava o filho de apenas 4 anos dormia, pegou a pistola do marido que estava em cima do guarda-roupa e fez disparos contra o sargento, que estava deitado. O filho acordou assustado e saiu correndo quando ouviu os disparos. 
Após a tentativa de homicidio, ela mesma ligou para a PM e socorreu o marido. Ele foi levado para a base do Samu e na sequência ao Hospital Regional de Rondonópolis. A bala ficou alojada no peito do policial.
Informações dão conta que o sargento Gonçalves foi operado na manhã desta terça (31) para retirada do projétil. A cirurgia terminou às 05h45 e ocorreu bem. O estado de saúde do militar é grave, porém sem risco de morte. Ele teve fígado, baço, diafragma e tórax perfurados, além de perder muito sangue. Ele segue sedado.
Ozélia foi presa e encaminhada para a delegacia de Rondonópolis. A arma do policial, uma pistola ponto 40, foi apreendida.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE