Máscaras sim, focinheira não

Nestes tempos de pandemia do Covid 19, revela a grande oportunidade de podermos ver o comportamento de nosso povo e principalmente dos ocupantes do poder.
De um lado aqueles que dirigem um país do tamanho de um continente e que têm a responsabilidade de conduzir a nação tomando as medidas necessárias para que, em conjunto, entre segurança no sistema de saúde, para que não entre em colapso, e tomando as devidas cautelas para não quebrar economicamente, pois de nada adianta se salvar do vírus e morrer de fome. 
Aqui vimos recomendação de uso de álcool em gel e máscaras de proteção, além de abrir os cofres públicos para que a população tenha o mínimo para a sobrevivência. Do outro lado assistimos passivamente um show de horrores protagonizados por ditos gestores, que fazem a gestão do inferno astral de todos e que pode levar a bancarrota se persistir nesse mister, que ao meu ver não leva a nada a não ser uma quebradeira generalizada dos serviços, empregos e empresas.
?? um verdadeiro espetáculo patrocinado por uma mídia cooptada com as benesses dos cofres públicos que se locupletam, em primeiro lugar, com polpudos investimentos públicos e em segundo lugar com uma massa passiva, presa em casa a mercê  desse protagonismo inútil.
Devemos sim enfrentar a pandemia, tomar os cuidados necessários de isolamento de pessoas suscetíveis e com fragilidades propensas ao serem expostas ao vírus, tais quais uso de máscaras, de álcool em gel e isolamento adequado e lúcido.
Não devemos, para o nosso sistema já fragilizado de comércio e indústria, trancar em casa sob uso de uma focinheira ditatorial, entupir a casa de pessoas jovens e idosas  amontoados no sofá e recebendo diariamente um turbilhão de ???Fique em casa???, porque quem manda sou eu.
Vamos ser racionais, vamos ser inteligentes, vamos usar nossa criatividade. Andei pelas ruas após usar álcool em gel, usar máscara adequada e tomar as medidas de distanciamento e tive a oportunidade de ver nossos comerciantes que permaneceram com suas atividades funcionando, por estarem no chamado grupo de serviços essenciais terem tomados todas as medidas necessária dando exemplos.
Duro é ver quem tem responsabilidade, quem gera emprego e renda para esta nação colocado sob vara inescrupulosa de governos estaduais e locais matando nossa gente produtiva.Por tudo isso clamamos para que se abra já, com os cuidados necessários, o comércio e a indústria e reaqueça nossa economia pois podemos nos livrar dessa peste e morrer de fome.
No ano passado morreram no Brasil 41.635 pessoas de mortes violentas, isso após uma queda de 19% em relação ao ano anterior. Não vimos qualquer movimento da mídia que tanto propagam a desgraça viral. MAJOR CRIVELARIEx vereador de Americana#Coronavirus #BrazilNews #Notícias #Brasil #Novidade #Trending #Política #Americana #SantaBárbara #NovaOdessa #Sumaré #Economia #Emprego #Vagas #Finanças #Gestão #Esporte #Fitness #Futebol 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE