MPT vê Forti ok como presidente do sindicato

A decisão do Ministério Público do Trabalho que determinou a saída do presidente do sindicato dos Servidores de Americana Toninho Forti tem hoje tendência de ser revertida após arquivamento do MPT (Ministério Público do Trabalho) do pedido inicial de afastamento dele e invalidação da eleição que o levou ao cargo. 
A decisão do MPT fala que Forti não era funcionário comissionado da Câmara e, portanto, não tem fundamento o pedido de investigação.
O advogado de Forti espera orientação pelo MPT para reverter a decisão liminar de afastá-lo da presidência do sindicato e convocar novas eleições.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE