Morreu na contramão no meio do tráfego

Foto- reprodução facebook
Ricardo Cirino Tomaz, 42, morreu após ser atropelado na Rodovia Anhanguera (SP-330), em Americana, na noite de domingo (26). Com a batida, ele foi arremessado no chão e sofreu vários ferimentos. Ele chegou a ser socorrido ao Hospital Estadual de Sumaré, mas não resistiu. 
A motorista do carro que o atropelou disse à polícia que a bicicleta entrou na frente de seu veículo de forma brusca e inesperada, não sendo possível evitar o acidente. O carro foi liberado após realização da perícia. Segundo a Concessionária AutoBAn e a PMR, não houve lentidão na rodovia durante o atendimento da ocorrência.
O caso foi registrado na Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Americana como homicídio culposo na direção, quando não há intenção de matar. Tomaz trabalhava como operador de máquina e morava no Jardim Bertoni, em Americana. 
O caso foi registrado na Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Americana como homicídio culposo na direção, quando não há intenção de matar. Tomaz trabalhava como operador de máquina e morava no Jardim Bertoni, em Americana.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE