Morre chefão da F1 Charlie Whiting

O diretor de provas da Fórmula 1, Charlie Whiting, morreu nesta quinta-feira aos 66 anos de idade, na cidade de Melbourne, na Austrália, vítima de uma embolia pulmonar.
De acordo com a imprensa local, o dirigente da Fórmula 1 foi encontrado já sem vida no seu quarto de hotel em Melbourne, a apenas três dias da primeira prova da temporada de 2019 da principal categoria do automobilismo mundial. 
Charlie Whiting começou sua carreira na F1 em 1977, quando trabalhou para a equipe Hesketh. Após passar pela escuderia Brabham e integrar a organização do Campeonato Mundial de Fórmula 1, o britânico assumiu a função de diretor de provas em 1997.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE